CM de Oliveira do Hospital devolve IMI a associações e colectividades concelhias

Oliveira do Hospital distinguida com bandeira “Mais Familiarmente Responsáveis”, Seia e Gouveia recebem prémio com Palma

A Câmara Municipal de Oliveira do Hospital foi considerada uma das 41 autarquias “Mais Familiarmente Responsáveis” dos 104 municípios do país que participaram no inquérito promovido pelo Observatório das Autarquias Familiarmente Responsáveis (OAFR). Os municípios foram classificados depois de responderem a uma série de questões sobre as suas políticas de família dos em onze áreas de actuação. A Câmara Municipal de Oliveira do Hospital (CMOH) vai agora receber – dia 18 de Novembro, numa cerimónia que decorrerá na sede da Associação Nacional de Municípios em Coimbra – a bandeira verde de “Autarquia + Familiarmente Responsável 2015”.

ewiouoiruoewriouweioruiwe lista2Nesta sétima edição, o Observatório elevou para 32 os municípios que vão receber a bandeira com palma. Este prémio distingue as autarquias que foram reconhecidas por três ou mais anos consecutivos como “Mais Familiarmente Responsáveis”. Entre elas contam-se Seia, Gouveia, Coimbra e Guarda.

Para a atribuição da bandeira verde de ‘Autarquia + Familiarmente Responsável 2015’ foram avaliadas respostas nas áreas como o apoio à maternidade e paternidade, apoio às famílias com necessidades especiais, serviços básicos (consideração do agregado familiar na cobrança de água e saneamento, por exemplo) e educação e formação. Habitação e urbanismo, transportes, saúde, cultura, desporto, lazer e tempo livre, cooperação e participação social, facilitadores (como gabinete da família ou cartão de família numerosa) e medidas de conciliação entre trabalho e família foram outros factores ponderados.

LEIA TAMBÉM

Caça praticamente proibida no concelho de Oliveira do Hospital até Maio de 2018

A caça está proibida até 31 de Maio de 2018 nas zonas consumidas pelos fogos, …

Capoula Santos apresentou em Oliveira do Hospital novas medidas de apoio aos agricultores afectados pelos fogos

O Ministro da Agricultura apresentou, ontem, em Oliveira do Hospital, as novas medidas de apoio …

  • Vereador CBS

    Aumentam a água 67% e ainda são distinguidos..!Boa…Só que resolvessem os problemas “engravatados” que lá trazem…parece uma casa de doidos…

    • Sêmos os malhores

      Problemas engravatados? Não, está tudo controlado. Não viram a explicação? Pouparam 15 mil nas lonas, Por isso esta condecoração.

  • Futuro

    Actualize-se o concelho!
    E, por isso, O Beira Serra não pode ficar indiferente!
    -Então, discute-se na descomunicação geral do regime, há tanto tempo, a situação da herança de país endividado – mas de jornalistas sorridentes e gagos (alguns até se engasgam, parecem o cavaco!), de descomentadores (vindos dos off-shores) que até já auguram aquilo que nem os “gregos” auguraram – o futuro do país, com a com a configuração actual da AR, resultante das últimas eleições legislativas – e o Beira Serra também anda nas “selvagens”?
    – Então, ficamos todos “agarrados” à televisão, aos contratos, aos da situação, e , por aqui, não há temática de futuro do país, apesar dos problemas que se colocam ao futuro, ao futuro governo?
    – Então polvilham-se os canais de televisão com imbecis disfarçados de jornalistas e com comentadores disfarçados de imbecis, passortas no recado, cavaquistas de profissão – alguns até confessam que se enganaram! – na maior empreitada de manipulação alguma vez vista neste país, e o Beira Serra fica à espera?
    – Então, quando reúne o PS, em máximo órgão político, para que aproveite a oportunidade histórica de deixar bom registo na História deste país, as televisões andam atrás do maior imbecil da nossa recente história, em directo, e o Beira Serra de nada dá conta?
    – Então, sabendo-se que há acordos de incidência parlamentar que permitirão uma viragem, séria, na vida de todos nós, no governo do país – 10 000 000 de almas! – e, por aqui, não se dá conta disso?
    Oliveira do Hospital é alguma “ilha selvagem”?
    Calhando, é.
    Não dei, ainda, foi conta das cagarras.

  • Futuro

    O Beira Serra é um online concelhio?
    Virado “para dentro”?
    Erro crasso, se acharmos – ou constatarmos – que sim.
    Parafraseando Sampaio – que apenas descobriu a Finlândia! – apetece-nos dizer:
    -” Há mais vida” neste país, para além da do concelho de Oliveira do Hospital.
    E essa vida, também, afinal, a de grande fundo, também é , principalmente, a nossa:
    – Fulanizar os problemas, é afunilar problemas, é tentar “não-soluções” – com mais, ou menos, dinheiro.
    – Reduzir problemas, descontextualizados do “quadro geral”, à sua “expressão fulanizada”, é o mesmo que querer que um castanheiro dê, em fruto, nozes….(artefacto este que, nos últimos anos, apenas a comunicação social subsidiária do sistema conseguiu obter, qual alteração de engenharia genética, que agora – a dos oportunismos, a da roubalheira, a da corrupção sem “castigos”, com os jornalistas e comentadores do sistema, como estrelas vigaristas a brilhar, brilham diariamente nas televisões – vai conseguindo produzir, com as “sondagens ” à mistura, “fruitos” novos….a comprar em qualquer grande superfície comercial…e em novas eleições)
    É natural, por isso, e consequente, constatar que todo o palavreado aqui exposto, para além de “redutor”, parece confinar-se, por razões e desconclusões, aos limites da “simplória” autarquia.