Oliveira do Hospital entre os municípios portugueses com melhor eficiência financeira

 

O município oliveirense surge na 11ª posição de um ranking liderado por Anadia.

Ainda que registe uma descida de cinco posições comparativamente ao ano anterior – em 2009 ocupava o 6º lugar – o município de Oliveira do Hospital não arreda da lista de municípios de média dimensão que, a nível nacional, dão provas de melhor eficiência financeira.

A conclusão é do Anuário Financeiro dos Municípios Portugueses de 2010, da responsabilidade da Ordem dos Técnicos Oficias de Contas e que é referente a dados reportados por 308 municípios, 304 empresas municipais e 29 serviços municipalizados relativamente ao ano de 2010.

O documento que faz uma análise económica e financeira às contas das autarquias locais coloca Oliveira do Hospital entre os 20 municípios, de média dimensão, com melhor eficiência económica.

Num ranking liderado por Anadia, Oliveira do Hospital surge na 11ª posição, sendo o único município do distrito de Coimbra a integrar aquele grupo.

O distrito volta a surgir na lista dos 30 municípios de pequena dimensão com melhor eficiência financeira pela mão de Pampilhosa da Serra, em 3º lugar, e de Góis, na 28ª posição.

Na análise ao documento que põe a nu a atividade financeira dos 308 municípios portugueses, é possível ainda encontrar o município oliveirense entre os municípios com menor volume de dívida por habitante (390,6 Euros), ocupando a 13ª posição.

Nunca fazendo parte dos quadros relativos à pior performance, Oliveira do Hospital volta a surgir entre os municípios com menor volume de dívida líquida por habitante (317,2 Euros), posicionando-se no 49º lugar.

Num ranking liderado pela Amadora, o município oliveirense é 31º entre os congéneres com maior liquidez referenciada a 2010, com um total de 2.478.121Euros, registando uma variação de 260 por cento comparativamente a 2009.

Em matéria de índice de endividamento líquido em relação às receitas do ano anterior, Oliveira do Hospital é 22º na lista dos municípios com valor mais reduzido (32.2 por cento).

No que respeita a dívidas a fornecedores relativamente às receitas do ano anterior, o município oliveirense volta a fazer parte dos que apresentam índices mais baixos, ocupando o 28º lugar.

LEIA TAMBÉM

PSA anuncia produção de carros de lazer na fábrica de Mangualde

Depois de ameaçar encerrar a produção em Portugal, o grupo francês PSA aumenta a pressão …

Câmara da Guarda: Álvaro Amaro exige ser ouvido pelo Governo na estratégia nacional para o lítio

O presidente da Câmara Municipal da Guarda, Álvaro Amaro (PSD), emitiu ontem um comunicado onde …