Oliveira do Hospital espera vender cinco toneladas de queijo Serra da Estrela

A Câmara de Oliveira do Hospital espera receber 20 mil pessoas na festa do queijo Serra da Estrela, no sábado e no domingo, e vender cinco toneladas daquele produto.

José Carlos Alexandrino, presidente da Câmara de Oliveira do Hospital, prevê que sejam vendidas “cinco toneladas de queijo Serra da Estrela”, sublinhando que a sua produção é “de qualidade e não de quantidade”.

Na 23.ª edição da festa que, segundo o autarca, “é a maior do país”, estarão outros produtos associados, como “os enchidos, o mel e doçaria local, assim como a olaria”, de forma a haver “uma defesa genuína do produto regional”.

Este ano, a Câmara de Oliveira do Hospital decidiu “trazer a festa para o meio da cidade”, no largo Ribeiro do Amaral, para que os visitantes “conheçam também o comércio da cidade”, disse à Lusa José Carlos Alexandrino, à margem da apresentação da festa.

Durante os dois dias do evento, decorrerão também outras atividades, como um concurso de gastronomia, tosquias, fabrico de queijo Serra da Estrela ao vivo e um “show cooking”, em que crianças irão “ajudar a fazer o queijo com as suas próprias mãos”, explicou o autarca.

Todos os anos há um “queijo convidado”, sendo que este ano a festa decidiu “internacionalizar-se”, estando presentes “tipos de queijos produzidos nas Astúrias”, região espanhola, informou.

Para José Carlos Alexandrino, a iniciativa é também uma forma de “homenagear os pastores e queijeiras de Oliveira do Hospital que resistem nestes tempos” e que, “sem sábados nem domingos, à chuva e ao sol, criam um produto de excelência”.

“O produto poderá vir a extinguir-se”, alertou, afirmando que são precisos “jovens que se dediquem ao queijo Serra da Estrela”.

A Câmara quer aproximar os jovens da produção de queijo e, para isso, apela a que estes “aproveitem o quadro comunitário de 2014-2020”, avançando que a autarquia tem “um gabinete de desenvolvimento económico que ajudará a construir projetos” para o concelho.

José Carlos Alexandrino sublinhou ainda a necessidade de se fazer “uma feira em Lisboa e outra no Porto”, em conjunto com todos os municípios produtores de queijo Serra da Estrela.

lusa.pt

LEIA TAMBÉM

Incêndios causaram mais de 10 milhões de euros de prejuízos em Seia

Os prejuízos financeiros causados pelos incêndios dos dias 15, 16 e 17 de Outubro no …

idosos

Idoso desaparecido em Trancoso

Os Bombeiros e a GNR estão a procurar um homem de 90 anos que foi …