Oliveira do Hospital ganha nova Associação Cultural independente

A recém-criada Associação Cultural de Oliveira do Hospital vai apresentar publicamente no próximo sábado, pelas 21h00, os seus corpos sociais, o objecto e actividades que irá desenvolver, numa sessão que terá lugar no auditório da Caixa de Crédito Agrícola de Oliveira do Hospital. O encontro contará ainda com uma “mesa-redonda” onde será debatido o tema “Cultura em Diálogo”, para a qual foram convidadas figuras intervenientes no panorama cultural e educativo do Concelho de Oliveira do Hospital.

“O principal objectivo é contribuir para a discussão da realidade cultural concelhia, tomando como ponto de partida os contributos de autarcas, dirigentes associativos e profissionais de áreas da cultura como o ensino artístico, a história, o turismo e a etnografia”, refere uma nota da organização do evento que conta ainda com a participação de alunos da Academia de Música OHphicina das Artes, parte integrante desta associação, que pontuarão este espaço de discussão com alguns momentos musicais.

A Associação criada em Setembro do ano passado, e liderada por Ricardo Marques, diz-se independente do Estado, dos órgãos autárquicos, dos partidos políticos, das organizações religiosas ou de quaisquer outras organizações, e “tem como objecto a promoção sociocultural, através do fomento da prática artística e pedagógica e do desenvolvimento das novas tecnologias da comunicação e da informação”. A nova entidade pretende produzir eventos e objectos artísticos e de voluntariado social, quer em projecto autónomo quer em parceria com outras entidades.

A formação em diversas áreas da cultura, abrangendo a música, o teatro, a dança, a etnografia, as artes plásticas, o cinema, a fotografia, o design, o vídeo e a literatura, bem como outras formas de comunicação e expressão são temas a que a Associação Cultural de Oliveira do Hospital pretende estar atenta, bem como à investigação, produção e edição de trabalhos, naquelas áreas, com recurso às novas tecnologias e em suporte escrito, fonográfico, videográfico e on-line. Merecem também destaque a promoção de projectos de cariz sociocultural para a infância, juventude, adultos e terceira idade, sensibilizando a comunidade para a cultura, cidadania e estilos de vida saudáveis e intervindo na defesa e divulgação do património cultural e natural da Região Centro do País.

LEIA TAMBÉM

Mistério do consumo de mais de 1300 litros de água por dia em casa desabitada em Andorinha continua e proprietários ainda não sabem se vão ter ou não de pagar

Problemas no abastecimento de água aos concelhos de Oliveira do Hospital, Seia e Gouveia devem ficar resolvidos hoje

As restrições no abastecimento público de água nos concelhos Oliveira do Hospital, Seia e Gouveia, …

Cid Teles, a cigarra do Triste Fado: As origens. Autor: Renato Nunes

O poeta que inspira estas palavras nasceu em 8 de Março de 1911, em Tábua, …