Município de Oliveira do Hospital inaugura rotundas de homenagem à mulher queijeira e à indústria das madeiras

O município de Oliveira do Hospital vai inaugurar amanhã em Ervedal e num espaço pertencente à antiga Junta de Vila Franca da Beira duas rotundas que pretendem homenagear a mulher queijeira e a indústria das madeiras. A União de Junta de Freguesia daquelas localidades e a Câmara Municipal de Oliveira Municipal, promotoras da iniciativa, convidaram mesmo a população para comparecer nas cerimónias, que têm lugar às 15h00 e 16h00, a seguir às quais será servido um lanche convívio.

A rotunda Norte, localizada na antiga Freguesia de Vila Franca, na estrada que liga Oliveira do Hospital a Nelas, vai homenagem à Mulher Queijeira, contando no centro com uma escultura, é a primeira a ser inaugurada. “É um tributo à arte ancestral de fazer o queijo, perpetuando o papel da mulher na economia do Concelho de Oliveira do Hospital”, referem os promotores, sublinhando o empenho do município na promoção do Queijo Serra da Estrela. “O maior reconhecimento deste produto endógeno éEstátua Queijeira a aposta do Município de Oliveira do Hospital na promoção e divulgação do Queijo Serra da Estrela na Festa do Queijo, considerada como a maior festa do Queijo a nível nacional”, acrescentam.

No lado oposto, à entrada de Ervedal da Beira, pelas 16h00, é estreada uma outra rotunda, esta destinada a homenagear a Indústria das Madeiras. O interior conta com “um monumento” que pretende ser “um reconhecimento a este sector” que tem actividade naquela localidade desde 1920, “aquando da instalação da primeira fábrica de serração e moagem”.

“Esta homenagem tem um significado especial para todos aqueles que criaram as suas fábricas, assim como para todos os seus trabalhadores”, explicam os promotores nos convites enviados à população, acrescentando que esta indústria tem sido o sustento de muitos trabalhadores e seus familiares ao longo de várias décadas. “Ainda hoje é a actividade económica mais relevante da União de Freguesias de Ervedal e Vila Franca da Beira, dando grande dinamismo à zona da Cordinha”, esclarecem.

LEIA TAMBÉM

CDU apresenta queixa na CNE contra executivo e autarcas do PS oliveirenses por aproveitamento “eleitoralista, ilegítimos e antidemocráticos”

Depois do PSD, a CDU de Oliveira do Hospital enviou também uma queixa à Comissão …

CDU: “Julgamos demasiado sem vergonha utilizar uma inauguração pública para os candidatos de um partido [PS] se promoverem”

O candidato à Assembleia de Freguesia de União de Freguesias de Ervedal e Vila Franca …

  • Rotundolês

    Já agora, e com tal “obra feita”, vejam lá se retiram a sinalização vertical das rotundas!
    -Com ela, quer de dia, e pior à noite, não se vêem as “esculturas”…
    Tanto dinheirinho…para tanta “curva”…e tão pouca visibilidade.
    Não haveria melhor lugar para colocar tais “homenagens”?
    (É que há cidadãos no ( e do ) concelho de Oliveira do Hospital que não sabem, sequer, que aquela estrada municipal tem rotundas…entre a Ponte do Salto e Aldeia Formosa.)
    Mais ainda: que arte é esta que mistura, entre o simbolismo de uma peça escultórica , que deveria “falar só por si”, com legendas em Português? Será que as esculturas serão, em oliveirense território, como os filmes americanos, que necessitam de “legendas”?
    Assim sendo, é conveniente que, no curto prazo, se coloquem, também, “legendas” em Francês, Inglês e Alemão.
    A bem do turismo!

    • O Gordo

      Isso já vai ter que perguntar ao artista, i.e., ao serralheiro da câmara, pois estas “obras de arte” foram feitas por ele.
      Isto está cada vez mais transformado num “concelhos dos macacos”.

  • Burguesia e festas

    Este presidente lembra-me a D. Maria Antonieta: “O povo tem fome? Dêem-lhe bolos!” Vamos ver se este também não fica sem cabeça…..

    • Cada vez são menos

      Ontem os de Aldeia de Nogueira atravessaram-se afim de promoverem uma festa, onde o porco imperava, o poder autárquico pôs porco à descrição para quem visitasse as rotundas. Não têm vergonha, o que vale é que ninguém apareceu e tiveram que comer eles o entrecosto.

    • Idos

      A Antonieta ensinou, sempre, muito, a muita gente!
      É mais velho, tal ensinamento, que a “Sé de Braga!”
      Como é a Maria…
      Topas?

  • PENIQUEIRO

    Então a rotunda não devia ter um PENICO?

    • Simbolismus

      Convenhamos.
      Foi dito, e reafirmado, que os ervedalenses não foram chamados a pronunciar-se sobre tal “monumento”.
      Assim sendo, creio ser justo ilibar os ervedalenses do cenário, à entrada da vila, colocado.
      Parece que a responsabilidade, única, é da autarquia.
      Mas…
      Sendo a rotunda circular, com todos aqueles adereços, lembrará, no global, o quê?
      Talvez…

      • Ciclo do queijo

        Tiveram que emprestar o penico à queijeira.
        Os ervedalenses lá desenrascaram os curraleiros.
        Parece que já está prevista para “Aldeia de punhete” uma rotunda com o “Ordenhador” ou com a “Ordenhadora”, para ficar o Seixo com as ovelhas, Aldeia com a ordenha, e Vila Franca com a queijeira.

        • Simbolismus.

          É provável que haja ervedalenses satisfeitos.
          Fica-lhes bem.

          • Ai que lindo

            Sim há. O Sr Presidente da câmara e “sus muchachos”.

        • Amigo do “Ervedus”

          E o SLB, o Benfica, o GLORIOSO, já é campeão.
          Contra jesus (o mínimo treinador, ou treinador mínimo, que rende como o caraças! ) , contra Carvalhus Brutus,( o mais imbecil dos dirigentes) contra deus ( Octavius Machadus Malvadus)) e arredores…(tipo Inacius Descontus Inacabadus).
          Fiquem, alegres, com essa “taça”!.
          Curta-se a “rotunda”!
          -Recorde-se que, por “estas bandas”, os romanos levaram , ao tempo da invasão, muitas vezes, muitas “lições”.
          Eu, se autarca fosse, ou tivesse acesso a lugares de opinião, MESMO NÃO SENDO ERVEDALENSE, OU CURRALEIRO, OU CARRAFECHO, defenderia a origem do nome da localidade…proporia,. para aquela rotunda, um “Ervedus”…ou várias, daquelas, árvores autóctones que, ao que parece, depois de muitos científicos trabalhos, com FORAIS de 500 anos, ou mais, atribuíram nome àquela lindíssima beirã vila.
          E às suas mais dignas , autóctones, gentes.
          No geral, perdoem-me os amigos de Ervedal da Beira, aquela rotunda é, e tão só, uma AUTÁRQUICA CA…
          Os ervedalenses não merecem.

  • António Lopes

    Isto está a ficar complicado.Ainda falta ano e meio e o pessoal já está a perceber que não é muito bom andar em “certas companhias”.Não vão à Assembleia comemorar o “simulacro” de 25 de Abril…Já nem com porco vão às inaugurações..! Será que o Povo começou a perceber que paga os porcos na taxa de IRS,IMI, factura da água etc. e que, quanto mais porcos oferecem mais impostos há para pagar…?

    • Vermelhão

      Parece que, o povo começa a achar estranho misturarem-se porcos vivos com porcos assados. E com um número de patas diferentes. Mas na hora, há que bajular alguns.

    • Querruchino

      Você faz uma pequena ideia do que sobrou de carne?
      Peça para lhe mostrarem a que tiveram guardas nas arcas da sociedade.
      Dizia o fura greves: “Srª Drª, o que fazemos à carne, nem uma assadura comeram?”
      Diz a Drª: “Olhem, gastem-na”.
      E assim tiraram 4 ou 5 assadores o dia, para andarem com o material aos tombos.
      Ó Alex, acho que já nem com caviar te aturam.

      • Vermelhão

        Vamos ver. Os nossos suinicultores aparentemente estão com problemas graves. Vai daí, e porque as grandes superfícies são todas traidoras, o nosso presidente arquitectou uma forma de ajudar a escoar o produto. Então organiza um evento dia sim, dia também, e em cada evento oferece uma comezaina. Claro que, como de costume, alguém irá pagar. O problema é que, felizmente, o nosso povo não tem de comer o mesmo todos os dias. E por isso sobra. Eu sei que é muito trabalho ver o que se faz ao que sobra.

        • Querruchino

          Então não vai fazer um empréstimo de dois milhões?
          E as obras envolvidas não são promessas da primeira campanha?
          Ele mandou vir os migrantes antes do governo e da CEE terem tomada uma decisão, o que lhes vai dar? Porco?
          Têm que comer porco, é a ementa da casa.

          • Vermelhão

            Parece que nunca mais falou nos migrantes. Alguém com um bocadinho de cultura geral, lhe terá dito: com a mania de oferecer porco, como queres que eles venham? Não conheces a sua cultura? Enfim. Mas ouvi dizer que, quanto o Costa (PM) voltar à Grécia, ele também vai, e para mostrar empenho e que “palavra dada, palavra honrada”, vai trazer logo algumas pessoas com ele.

      • Auto das rotundas

        Ó “Querruchinho”:
        – Com todo o respeito, tal registo de falas das personagens, aqui referidas – que, sinceramente, não sei quem são! – lembrou-me a arte de mestre Gil Vicente,,,
        – Qual é a barca, já agora, onde – em seu entender – qualquer dos personagens vai embarcar?
        Atenciosamente.

        • Ó abre

          A mim parece-me que está tudo é a desembarcar.

  • Rolo

    A rotunda dos traçadores vai ser alterada, para rotunda dos inspectores da judite.