reflorestação

Oliveira do Hospital já recuperou 22,5 hectares de floresta autóctone

Com a acção de plantação de duas mil espécies autóctones subiu, segundo a autarquia, para 22,5 hectares a área de floresta recuperada nas diversas acções dinamizadas, desde 2010, pelo Município de Oliveira do Hospital. A iniciativa decorreu na última semana e envolveu 600 alunos do 1.º Ciclo do Ensino Básico (CEB) do concelho.

A reflorestação decorreu num terreno baldio na União de Freguesias de Penalva de Alva e S. Sebastião da Feira onde foram plantados medronheiros e pinheiro manso ao longo de 1,3 hectares, aos quais se juntou um terreno baldio de 1,1 hectares localizado na Freguesia de Lagares da Beira (onde foram plantados sobreiros e carvalhos) e um terreno baldio em Travanca de Lagos, de mil metros (acolheu 70 medronheiros e pinheiro mansos).

A vereadora do pelouro da Floresta e Desenvolvimento Rural, Teresa Dias, procurou motivar as crianças para a importância da preservação da floresta e para os cuidados a ter com a realização de queimadas, “que são muitas vezes realizadas de forma negligente e originam incêndios”.

O vereador do Ambiente e Qualidade de Vida e vice-presidente da autarquia, José Francisco Rolo, por seu lado, lembrou o esforço que tem vindo a ser concretizado todos os anos com as reflorestações para compensar a área ardida no concelho. “Neste momento, estas plantações de floresta autóctone são também uma resposta à inadequada nova Lei da Floresta que abre caminho para os riscos de eucaliptização descontrolada no concelho e no país e relativamente à qual, a Câmara Municipal se manifesta preocupada e já aprovou posição política de princípio”, revela num comunicado da autarquia. “Os 22,5 hectares já plantados são a expressão da nossa consciência e responsabilidade ambiental”, sublinhou, na nota, José Francisco Rolo.

LEIA TAMBÉM

EM OLIVEIRA DO HOSPITAL APROVEITAMENTOS ELEITORALISTAS DO PS E SEUS PRINCIPAIS AUTARCAS-CANDIDATOS MANCHAM JÁ A DEMOCRATICIDADE DO PRÓXIMO ACTO ELEITORAL A 1 DE OUTUBRO ! Autor: João Dinis, Jano

Estamos a assistir a um frenesim eleitoralista por parte de “facção” do PS local envolvida …

CDU apresenta queixa na CNE contra executivo e autarcas do PS oliveirenses por aproveitamento “eleitoralista, ilegítimos e antidemocráticos”

Depois do PSD, a CDU de Oliveira do Hospital enviou também uma queixa à Comissão …

  • avo

    É pena que estas plantações
    realizadas em anos anteriores não tenham um acompanhamento adequado nos anos
    seguintes pelas entidades que as promovem, pois na Freguesia de Avô foi
    realizado um trabalho de reflorestação o ano passado em terreno da Junta e secaram
    todas as árvores, tendo os funcionários da Junta de Freguesia realizado por
    diversas vezes a rega das mesmas, o que não permitiu dar continuidade à área intervencionada
    por falta de meios materiais.

    • Plantações

      Ao preço que está a água, não há loureiro que resista.
      A autarquia está a pensar em deixar de plantar árvores e passar a plantar cactos.

  • quercus roble

    Mais de 50hectares plantaram os privados em espécies autóctones no último ano.
    Mas esta gente não se enxerga!
    E depois deixam secar .
    Se nem estes autarcas – se é que têm algum terreno ou quintal-tratam das suas terras quanto mais das dos outros .
    Juízo e juizinho é o mínimo que se exige e menos folclore e mais discrição e eficácia