Oliveira do Hospital perde competitividade empresarial

Enquanto que em matéria de desenvolvimento industrial o município de Oliveira do Hospital continua verdadeiramente estagnado, e com uma perigosa dependência da indústria de confecções, na região começam a aparecer novos investimentos empresariais com grande capacidade empregadora.

No vizinho concelho de Tábua, em Sinde, a nova unidade empresarial do grupo Aquinos (na imagem de cima) está praticamente concluída e deverá iniciar a laboração a muito curto prazo.

Em causa está um projecto de reconhecido interesse supramunicipal, que prevê a criação de 400 postos de trabalho directos mais 200 indirectos.

A empresa, que instalou a sua nova unidade num terreno cedido pela autarquia local, tem um acordo com a multinacional IKEA por um período de 20 anos, e vai trabalhar – no fabrico de sofás