Oliveira do Hospital quer transportar Feira do Queijo para a capital

 

Realizada pela primeira vez no recinto da feira, a 20 edição da Festa do Queijo Serra da Estrela e outros Produtos Locais de Qualidade traduziu-se, esta manhã, no centro de todas as atenções.

Visivelmente satisfeito com a moldura humana que serviu de registo às primeiras horas do certame, o presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital chegou a anunciar a intenção do município em levar o certame além fronteiras concelhias.

“Temos que transportar a feira para a cidade de Lisboa, para divulgarmos este produto de excelência”, afirmou José Carlos Alexandrino numa intervenção, com a qual assinalou a inauguração oficial do certame. Sem deixar de sublinhar que a feira “serve para homenagear pastores, queijeiras e pequenas unidades de produção” – “quem produz este maravilhoso queijo não tem sábados, nem domingos”, frisou – o presidente do município oliveirense recuou ao ano de 1991 para recordar o falecido presidente de câmara, César Oliveira, que à data foi o mentor da Feira do Queijo.

A assinalar o arranque do evento em que o Queijo Serra da Estrela é rei, José Carlos Alexandrino aproveitou ainda para realçar a iniciativa da Confraria do Queijo Serra da Estrela relativamente à candidatura apresentada às “Sete Maravilhas da Gastronomia”.

“Temos condições para que o Queijo Serra da Estrela venha a ser eleito uma das sete maravilhas”, frisou o autarca, apelando à união de esforços nesse sentido e à construção de “um lóbi fortíssimo”.

“É destas iniciativas que o país necessita nesta hora difícil”

Reconhecendo a “capacidade de mobilização do presidente da Câmara e dos que fazem, do seu dia a dia, esta atividade”, a secretária de Estado da Administração Interna, Dalila Araújo disse estar em face de um tipo de iniciativas de que “o país necessita nesta hora difícil”.

“Está aqui um bom exemplo de como Portugal pode progredir internamente e externamente”, continuou a governante, revelando-se honrada por “poder ver produtos portugueses na China, Austrália e em todo o mundo”.

A estratégia de divulgação do concelho adotada por Alexandrino foi ainda apreciada pelo presidente do Turismo Centro de Portugal. “O Queijo Serra da Estrela é seguramente um daqueles produtos que leva mais longe o nome de Oliveira do Hospital e da região Centro”, observou Pedro Machado, considerando ainda que o Queijo Serra da Estrela “representa um ativo económico visível nos pastores, queijarias e indústria”.

Valorizando o “empenho e arrojo” do município neste projeto, Machado apreciou ainda a capacidade de bem receber do povo de Oliveira do Hospital que “associada ao Queijo Serra da Estrela são elementos atrativos para o país”.

Considerando estar em face de “um autarca inconformado, com vontade, que luta pelas suas populações e que tem uma visão regional”, o diretor regional de Economia do Centro aproveitou a oportunidade para valorizar a entrada em funcionamento da Azuribérica que “representa uma velha pretensão do município e que reforça o tecido empresarial com 120 postos de trabalho”.

“Este município é um motor do desenvolvimento local”, afirmou Armando França.

A decorrer no interior e exterior da tenda localizada no recinto da feira, a 20ª Feira do Queijo prolonga-se até amanhã. Para além do Queijo Serra da Estrela, o certame potencia a mostra e comercialização de outros produtos endógenos, como os enchidos, mel e doçarias. Vinho, artesanato, velharias e antiguidades também marcam presença, num espaço onde reina a animação assegurada pela atuação de grupos diversificados.

LEIA TAMBÉM

CDU reclama transporte público até Ervedal da Beira e acusa Câmara de se esquecer de obras importantes

Os elementos da CDU representados na União das Freguesias de Ervedal da Beira e Vila Franca …

Tábua inaugurou posto de carregamento de veículos eléctricos

A Câmara Municipal de Tábua inaugurou hoje o Posto de Carregamento de Veículos Eléctricos. O …