Oliveira do Hospital tem menos habitantes e mais alojamentos

 

Numa análise à realidade de 2001 e ao momento atual, o concelho de Oliveira do Hospital depara-se com uma variação negativa de 5,4 por cento. Assim é, porque o concelho oliveirense assistiu, na última década, a uma perda populacional superior a um milhar.

À data de 2001, Oliveira do Hospital contava com 22 112 habitantes residentes, mais 1193 do que a população residente contabilizada pela última operação censitária realizada em Portugal e que dá conta de um total de 20 919 residentes no concelho, dos quais 10 044 são homens.

Os números que constam dos resultados preliminares dos Censos 2011 divulgados ontem dão, no entanto, conta de uma variação positiva no que respeita ao número de famílias constituídas, alojamentos e edifícios existentes.

Em 2011, Oliveira do Hospital totaliza 8 028 famílias, mais cinco que em 2001 e assistiu a um aumento de 1179 alojamentos, apresentando atualmente um parque residencial composto por 13 744 alojamentos ( em 2001 eram 12 565), situação que resulta numa variação positiva de 9,38 por cento.

Situação semelhante é a que se verifica em termos de edifícios existentes. Em 2001, o concelho contava com 10 819 edifícios e, no decorrer de 10 anos assistiu a um aumento de 928 edifícios. Contando, atualmente, com 11 747 unidades, o concelho regista uma variação positiva de 8,58 por cento no que respeita ao conjunto edificado.

No total dos 14 municípios que integram o Pinhal Interior Norte, registou-se uma perda populacional na casa dos 7 336 habitantes. Em 2001, o conjunto dos 14 municípios totalizava 138 535 habitantes e, em 2011 o número baixou para 131 199, assistindo-se a uma variação negativa de 5,3 por cento.

Na análise ao mesmo conjunto de municípios, é possível ainda verificar que a tendência de perda populacional não se consumou nos concelhos da Lousã, Miranda do Corvo e Vila Nova de Poiares.

No conjunto nacional, os dados do INE revelam que Portugal conta com 10 555 853 habitantes, repartidos por 4 079 577 famílias, que possuem 5 879 845 alojamentos.

Em termos médios, em cada duas famílias, uma possui duas casas. Há mais 200 mil habitantes em relação a 2001, cuja maioria (91 por cento) corresponde a imigrantes.

Os resultados mostram também que Portugal continua a ser um país com mais mulheres do que homens. Actualmente, para cada cem mulheres existem 92 homens.

LEIA TAMBÉM

Dominado fogo que hoje se reacendeu em Tábua

O incêndio florestal que deflagrou na terça-feira no concelho de Tábua, que esteve em fase …

Incêndios destruíram mais 500 hectares em Seia

Incêndio de Tábua reacendeu-se e mobiliza centenas de bombeiros

O incêndio que ontem deflagrou em Tábua, está novamente activo. O reacendimento aconteceu ao início da tarde …