João Paulo II

Oliveira do Hospital vai ter santuário dedicado ao santo João Paulo II que acolherá uma “relíquia” do corpo do ex-Papa, o novo padroeiro do concelho

Oliveira do Hospital vai receber uma “relíquia” do corpo do santo João Paulo II (provavelmente uma gota de sangue ou cabelo) que passará a ser um dos elementos emblemáticos do santuário dedicado ao ex-Papa que será erigido na cidade. O símbolo chega no próximo dia 22 de Maio pela mão do Núncio Apostólico para a República Portuguesa, D. Rino Passigato, que irá presidir às cerimónias de designação de João Paulo II, canonizado em Abril de 2014, como padroeiro da cidade. O representante permanente da Santa Sé no nosso país, entre outras actividades, celebrará também uma missa no Parque do Mandanelho, pelas 11h00, e inaugurará a Associação de Fiéis de João Paulo II que terá como um dos seus objectivos fundar o templo dedicado ao novo padroeiro.

D. Rino Passigato
D. Rino Passigato

“O santuário ficará num terreno que foi doado à paróquia no local mais alto da cidade. É um espaço próximo do hipermercado Pingo Doce”, explicou ao CBS o diácono Francisco Prior Claro, da Unidade Pastoral de Oliveira do Hospital que está a organizar de forma minuciosa este evento, tal como aconteceu em Setembro com a visita à cidade da imagem de Nossa Senhora de Fátima. “Nesse domingo só haverá uma missa em Oliveira do Hospital, existindo transporte para as pessoas que desejem assistir”, continua este clérigo, frisando que a Associação de Fiéis de João Paulo II está aberta a quem se quiser inscrever, desde que, além de mostrarem vontade em ajudar a fundar o santuário, esteja também disposto a “viver o carisma, a espiritualidade e testemunhar os valores de João Paulo II”.

D. Rino Passigato, arcebispo italiano, segue depois na procissão, que conta com as várias irmandades do concelho, até ao local onde será edificado o novo Santuário. Aí, o representante do Papa Francisco em Portugal fará a bênção de uma estátua de João Paulo II com cerca de 2,5 metros em granito da autoria do escultor de Meruge, Zeferino Monteiro, que se mostrou lisonjeado com o convite para um trabalho que o vai ocupar durante os dois próximos meses. A Câmara Municipal também se associou a esta cerimónia e vai dar o nome do Papa Francisco à rua de acesso ao futuro santuário que também receberá a bênção por parte de D. Rino Passigato. “Ficámos muito satisfeitos por esta disponibilidade da autarquia. Oliveira do Hospital será o primeiro município do país a ter uma rua com o nome do Papa Francisco”, congratula-se Francisco Prior Claro, explicando que as cerimónias terminam com um almoço.

João Paulo II, o Papa devoto de Fátima

O Papa João Paulo II foi líder máximo da Igreja Católica Apostólica Romana de 1978 até à sua morte a 2 de Abril de 2005, quando tinha 84 anos. Karol Józef Wojtyła, nascido em Wadowice na Polónia a 18 de Março de 1920, teve o terceiro maior pontificado documentado da história, exercendo o cargo durante 26 anos. Só foi superado pelos Papas São Pedro (37 anos) e Pio IX (31). Foi também consagrado santo em tempo recorde.

João Paulo IILogo em 19 de Dezembro de 2009, João Paulo II foi proclamado “Venerável” pelo seu sucessor, o Papa Bento XVI. A 1 de Maio de0 2011 recebeu o título de Beato, sendo declarado Santo num processo recorde a 27 de Abril de 214, numa cerimónia inédita presidida pelo actual Papa Francisco. Wojtyla foi canonizado apenas nove anos depois de sua morte, algo apenas possível porque o antecessor do Papa Francisco achou não ser necessário aguardar o prazo obrigatório de cinco anos para abrir o seu processo de beatificação e canonização.

Um dos milagres na base da sua consagração passou pela cura completa de um aneurisma cerebral numa doente em estado terminal. O tumor desapareceu sem que fossem encontradas explicações cientificas. A erradicação da doença deixou o médico Carlos Vargas, que a acompanhava, incrédulo. O clínico analisou repetidamente os exames, foi ao laboratório do Hospital confirmar o resultado das análises, releu todo o caso. Mas, nas palavras da antiga doente Floribeth Mora Díaz, da Costa Rica, à BBC, acabou por considerar o caso “inexplicável”. A doente confessou que ficou curada depois de pedir a intervenção do então Papa. O caso foi decisivo para a Igreja considerar João Paulo II santo.

João Paulo IIJoão Paulo II também ficou conhecido pelas muitas viagens que realizou (visitou 129 países e expressava-se em 13 idiomas, incluindo o português). Percorreu Portugal por três vezes (1982, 1991 e 2000) e era conhecida a sua devoção mariana, mantendo um carinho muito especial por Fátima, santuário onde esteve por três vezes. Na sua última estadia em território nacional beatificou os pastorinhos de Fátima Jacinta e Francisco e ofereceu a Nossa Senhora de Fátima o anel com o lema “Totus Tuus” (significa “consagração total a Virgem Maria”) que o cardeal Wiszinski lhe havia dado no início do seu pontificado.

Considerado como um dos líderes mais influentes do século XX, João Paulo II teve um papel fundamental na queda do regime comunista na Polónia e também em toda a Europa. Distinguiu-se ainda pelo trabalho que desenvolveu para melhorar as relações da Igreja Católica com outras religiões. Mas também foi criticado, particularmente pela sua oposição à contracepção e à ordenação de mulheres. Faleceu a 2 de Abril de 2005 devido ao agravamento da doença de Parkinson.

LEIA TAMBÉM

“Não reúno condições objectivas que reputo de indispensáveis, necessárias e até obrigatórias, a uma candidatura à Câmara Municipal”

O ex-presidente da Assembleia Municipal de Oliveira, António Lopes, não se irá candidatar nas eleições …

A partir de hoje a origem do leite é obrigatória nos rótulos

A origem do leite, queijo, requeijão, iogurte, manteiga ou nata vai ser obrigatória nos rótulos …

  • Santantonino

    É que, cá no burgo, anda tudo no “paranormal”.
    Colocar este papa como “protector” do concelho, só de paranormais e de pessoas que desconhecem , em absoluto, tudo aquilo que, no Vaticano, se passou antes, durante e depois do seu mandato.
    Então a Santa Ana reformou-se? Estava cansada de tanto trabalho na protecção dos últimos 20 anos ? Será que ela ficou com uma boa reforma? Fico preocupado. Não sei. Eu até gostava dela…enfim…o Eterno, também, já não é o que era: é necessário criar raízes para os próximos 2000 anos…
    Proponho que, ao ser transmitido o testemunho, se veja e ouça a “Ópera Rock Jesus Christ Superstar….”.
    A Santa Ana vai gostar. Para despedida.

  • Celestial

    (Interes)santíssimo
    Não tanto pela contemporânea predilecção por este (dito,imposto), santo papa.
    Mas mais por outros motivos que, com a vida celestial, se prendem:
    – Se é fácil conquistar o protectorado de OH, cremos, piamente, que lá no Alto, Deus e Cristo terão que se “pôr a pau”, se, por Lá, tão humano e terreno conselho se poderá dar:
    – Não se poderá conjecturar, em última consequência, que este dito cujo, com o auxílio da CIA, da Máfia, da Maçonaria, da Opus dei, não venha a destronar Deus e Cristo dos seus tronos?
    Até os anjos terão que se cuidar…

  • Pseudo_santo

    Para quê um santuario seja em que nome seja em Oliveira do Hospital?
    Será que será desculpa para salvar umas quantas (muitas) almas perdidas que pelo concelho se passeiam?
    E logo em Oliveira do Hospital que pelo que se consta os representantes da dita Igreja fazem de tudo mas representar a mesma?
    Já repararam que cada vez mais os poucos representantes da Igreja nesta região que por cá terão passado e os por cá andam apenas demonstram materialismo e falta de devoçao?
    Para quê um Santuario (local sagrado e de devoçao) se os novos beatos, que ultimamente se mostram e pavoneiam, apenas o fazem com objectivos pessoais e materiais?
    Para quê um Santuário com parocos que colocam interesses privados na frente dos desinteresses que a Igreja vai “pregando”????. Ou seja nas missas dizem uma coisa e na rua fazem e dizem outra
    Realmente antes voltassemos ao Fado, Futebol e Fátima!