Oliveirense Rafael Delaunay Gomes conseguiu o 31º lugar no Campeonato da Europa de triatlo todo-o-terreno

“Não foi a minha melhor performance. Tenho ainda muito a melhorar”. Esta foi a reacção do atleta oliveirense Rafael Delaunay Gomes no final do Campeonato da Europa que ontem decorreu, em Zittau, na Alemanha. Rafael conseguiu o 31º lugar entre os 50 atletas incluídos na restrita lista da competição profissional da prova, que contou com a elite mundial, e foi o 27º em termos europeus, com o tempo de 2h59’43’’. O também português Rui Dolores terminou a prova na 29ª posição (25º europeu), enquanto a vitória pertenceu ao espanhol Ruben Ruzafa Cueto que realizou o percurso em menos 27 minutos que Delaunay Gomes.

O oliveirense, que participa nestas competições graças ao apoio de patrocinadores como a Cofides-Equipamentos Desportivos, GOMARK Bikes, NewID, KYB-Suspension, Goldnutrition, Coluer Bicycles ou o Clube Atlético de Oliveira do Hospital, reconheceu que ainda não está no seu melhor desde que foi sujeito a uma intervenção cirúrgica. No resultado conseguido ontem em Zittau acredita ainda que pesou o desgaste da primeira prova que disputou após a paragem, em Junho, em Espanha, no IRONMAN NORTHWEST TRIMAN, onde conseguiu o segundo lugar. “Não estou claramente no meu melhor e senti o desgaste da prova em Espanha”, frisou.

Rafael Delaunay Gomes explicou que ontem teve várias dificuldades na natação, logo o segmento mais importante nas provas mais curtas. “Mas de uma forma geral não me sentia com a força que normalmente sinto quando estou em competição. Existem dias assim e ontem foi um deles. Agora há que trabalhar mais para tentar estar ao meu mais alto nível no dia 15 de Outubro no Iberman e no dia 27 de Novembro no Campeonato Nacional de Triatlo Longa Distância”, sublinhou. “Nestas duas provas acredito que posso lutar por um lugar no pódio. São provas da minha especialidade e onde me sinto na praia”, concluiu.

O XTERRA, recorde-se, é uma versão do circuito de Ironman, mas na vertente todo-o-terreno. As distâncias são nesta modalidade substancialmente mais curtas e disputadas fora de estrada. Compreende 1500 metros de natação (contra os 3800 do Ironman), 34 quilómetros de bicicleta todo-o-terreno (180 quilómetros em bicicleta de estrada do Ironman) e 10 quilómetros de Corrida Trail, realizada em percursos de natureza com diferentes níveis de dificuldade (no Ironman o circuito é de 43 quilómetros em estrada).

LEIA TAMBÉM

Governo promete em Oliveira do Hospital que “vai mesmo avançar” com cadastro florestal e investir nos sapadores

O primeiro-ministro, António Costa, prometeu hoje em Oliveira do Hospital que o Governo “vai mesmo avançar” …

Penalva de Alva em festa no fim-de-semana e Tuna Recreativa Penalvense volta a actuar seis meses depois

As tradicionais Festas de Verão em Penalva de Alva regressam este fim-de-semana. A edição deste …