Oliveirense Rafael Delaunay Gomes qualificado para o Campeonato Mundial de Ironman no Hawaii: o Olimpo dos triatletas

Quando ontem terminou em quinto lugar  no Ironman de Lanzarote, Rafael Delaunay Gomes sofreu um pequeno desânimo. Ficou a uma posição de entrar na prova mais ambicionada por milhares de triatletas de todo do mundo. Mas ficou a esperança que um atleta desistisse. Hoje, pela manhã, apresentou-se no local onde foram entregues os ingressos para o cobiçado Ironman no Hawaii que se disputa a 10 de Outubro. Valeu a pena. Um dos elementos, o que tinha conseguido o segundo lugar, abriu mão do seu passaporte, desistiu e o atleta de Oliveira do Hospital recebeu a sua ambicionada slote.

“É um sonho tornado realidade, uma satisfação muito grande., um feito muito difícil de conseguir. São mais de 200 mil atletas que disputam as etapas do Ironman, mas só 1700 conseguem lugar neste Campeonato Mundial em Kona (cidade do Hawaii). Agora vou descansar dois dias e recomeçar a preparação”, contou ao CBS visivelmente emocionado Rafael Gomes, que teve de alugar um carro pela manha para se deslocar ao hotel onde eram entregues as “slotes”.rafael1-660x330

Esta não é uma prova qualquer. Vai estar em competição a elite da elite, enfrentando as condições mais adversas. Quase 4 quilómetros de natação em mar quente e mexido, cerca de 200 a pedalar no meio do deserto, em estrada íngreme, com vento forte e constante, e uma maratona de 42 quilómetros sob um sol inclemente.

“Vou levar o nome de Oliveira do Hospital e de Portugal ao mundo”

“É um grande feito para mim estar lá. Permite-me levar o nome de Oliveira do Hospital e de Portugal ao Mundo. Agora tenho de trabalhar em encontrar patrocínios e ver se a própria Câmara Municipal de Oliveira do Hospital [até ao momento apenas disponibiliza as instalações municipais para treino] consegue e pode dar uma ajuda. É que os custos vão rondar os cinco mil euros e tenho de conseguir isso em patrocínios”, conta satisfeito este professor de educação física de 32 anos, que a nível nacional não poderá receber qualquer verba, uma vez que a federação da modalidade está apenas focada no triatlo Olímpico e não no de longa distância.

Os próximos dias vai recomeçar os treinos de muitas horas por semana. Nada que vá sair dos padrões habituais. “Mas é um estímulo muito forte e quero estar lá em pleno”, confessa, adiantando que entre os 1700 participantes acredita que conseguirá ficar entre os primeiros 50. “É preciso dizer que estamos a falar de uma prova que é falada em todo o mundo e com grandes atletas”. Enfim, um sonho alcançável para poucos, o céu dos triatletas.

Kailua-Kona é o local mais desejado pelos “homens de ferro”. A cidade de 10 mil habitantes tem orgulho em manter a tradição havaiana de sediar o Mundial desde 1978. Reúne nada menos que 5 mil voluntários dispostos ajudar. Kona é o nome de um moku ou distrito no estado do Hawaii. No actual sistema de administração de Hawaii County , o moku de Kona é dividido em North Kona District (Kona ‘Akau) e Sul Kona District (Kona Hema). Na língua havaiana, kona significa sotavento, ou lado seco da ilha, ao contrário de Ko’olau significa barlavento ou o lado molhado da ilha.

LEIA TAMBÉM

Tomada de posse dos órgãos autárquicos marcada pela tragédia dos incêndios e presidente reeleito aposta em “fazer renascer Oliveira do Hospital”

Não foi uma tomada de posse normal dos novos responsáveis pelo munícipio. Os discursos inflamados …

António Lopes apresenta denúncia no MP contra as autoridades do concelho oliveirense por entender que pode existir “crime de homicídio por negligência” na tragédia dos incêndios

O eleito à Assembleia Municipal de Oliveira do Hospital, António Lopes, apresentou ontem uma denúncia …

  • Politicalex

    A vida tem destas coisas.O Alex e a sua Câmara estão ricos.Gastam um milhão na bola e similares.Não me dei conta de que ganassem algo..O “falido”,que até nem gosta de bola,o seu clube,onde tem cerca de 30% acaba de subir à 1ªdivisão..! Isto é o que se chama os politicos de 1ª e dos distritais…