Oliveirense Rafael Dias pretende liderar a partir de amanhã a Comissão Política Distrital de Coimbra da Juventude Popular

O oliveirense Rafael Dias é candidato à presidência da Comissão Política Distrital de Coimbra da Juventude Popular, cujas eleições se realizam amanhã. Após quatro mandatos como presidente da concelhia de Oliveira do Hospital e eleito municipal na Câmara de Oliveira do Hospital, Rafael dias entende que é altura de dar o seu contributo à estrutura distrital do partido. O candidato entende que deu um contributo positivo ao concelho. “Os resultados são evidentes, desde a dinâmica imprimida no meio sociopolítico oliveirense até ao alcance do epíteto de maior estrutura concelhia do distrito que culminaram na minha eleição para deputado municipal pelo CDS-Partido Popular nas últimas autárquicas”, explica.

“É, pois, do meu entender que me devo colocar à disposição dos militantes para transformar as minhas responsabilidades políticas distritais intermitentes enquanto coordenador distrital da JP exercidas até à passada terça-feira, num mandato político agregador consubstanciado no apoio de todas as concelhias eleitas (Oliveira do Hospital, Coimbra, Figueira da Foz, Condeixa-a-Nova, Montemor-o-Velho, Tábua, Vila Nova de Poiares, Lousã , Miranda do Corvo)”, conta, salientando a importância do cargo a que se candidata. “O referido plenário distrital reveste-se de uma incomensurável carga histórica para a política e para a democracia no distrito. Afinal, será eleita pela primeira vez uma estrutura directiva distrital de Coimbra da Juventude Popular de que há memória”.

Rafael dias diz ainda que a partir de amanhã extinguir-se-á definitivamente o bipartidarismo juvenil em Coimbra, “inaugurando-se uma nova e bela página na acção política distrital juvenil, através de um projecto jovem para uma direita democrática descomplexada, popular e social, formada por jovens que amam a sua terra e as suas tradições e que lutam todos os dias para o seu progresso numa altura em que o distrito vem perdendo desde há largos anos capacidade de atractividade económica, social e cultural, vítima de uma sangria demográfica progressiva, que inclusive já provocou a redução do número de deputados eleitos no nosso círculo eleitoral, incapaz de oferecer oportunidades reais de fixação dos jovens no distrito”.

O jovem candidato defende um projecto capaz de pensar o futuro do Distrito como um todo, do litoral figueirense ao interior oliveirense, e de responder às suas necessidades prementes através de propostas legislativas substanciais; são eles o da Economia e Inovação; Formação Política; Cultura, Arte e Tradição; Acção Social, Associativismo; Marketing & Comunicação.

 

 

LEIA TAMBÉM

Faleceu a romancista Ermelinda da Silva

A romancista Ermelinda da Silva natural de Vila Franca da Beira faleceu ontem e funeral …

Um ferido grave e outro ligeiro num despiste em Tábua

Um despiste esta tarde (18h04) na Estrada Municipal 1304, na freguesia de Vila Nova de …