GNR GNR deteve mais de uma centena de pessoas e apreendeu droga e armas de fogo

Operação Anjo da Guarda reforça fiscalização de uso do cinto e telemóvel na condução

Mais de 1.800 militares da GNR vão fiscalizar, amanhã, em todo o país, o uso dos cintos de segurança, de cadeirinhas para crianças e de telemóvel durante a condução, indicou hoje a corporação. A operação denominada “Anjo da Guarda”, vai mobilizar 1.864 militares dos comandos territoriais da GNR e da Unidade Nacional de Trânsito, que vão realizar 728 acções de fiscalização.

Segundo a GNR, a fiscalização vai ser direccionada para as vias situadas no interior das localidades, na proximidade das escolas, estradas nacionais, regionais e municipais, onde as infracções sobre o uso de cinto de segurança, cadeirinhas para crianças e telemóvel durante a condução são mais frequentes.

A GNR adianta, entre Janeiro e Outubro deste ano, foram detectadas 18.256 infracções por uso do telemóvel durante a condução, 19.012 por falta de uso de cinto de segurança e 1489 por falta de Sistema de Retenção para Crianças (SRC).

LEIA TAMBÉM

Feridos nos fogos que afectaram Oliveira do Hospital estão isentos de taxas moderadoras e têm medicamentos gratuitos

As vítimas dos incêndios de Junho e de Outubro do ano passado, que afectaram, entre …

GNR realizou ontem 40 detenções em flagrante delito, sete das quais por roubo

Dois detidos por crime de tráfico sexual em Seia

Um homem de 45 anos e uma mulher de 42 foram ontem detidos por suspeita …