Fiscalização da GNR sobre automobilistas levou a sete detenções

Operação Páscoa registou mais acidentes e mais três mortos que em 2014

A Guarda Nacional Republicana registou este ano mais acidentes e mais mortos nas estradas portuguesas que no ano passado. Nos quatro dias da Operação Páscoa, a GNR aquela força assinalou 668 acidentes (mais 42 que em 2014), seis mortos (mais três), 18 feridos graves (menos três), 202 feridos leves (mais um).

Os 4.500 militares dos comandos territoriais e da Unidade Nacional de Trânsito, destacados para esta operação, estiveram particularmente atentos à falta de habilitação legal para conduzir, à condução sob o efeito de álcool e de substâncias psicotrópicas e à não utilização do cinto de segurança e de sistemas de retenção para crianças.

LEIA TAMBÉM

Tragédia dos incêndios em Oliveira do Hospital: cinco mortes, destruição, luto e escolas encerradas

A Câmara Municipal de Oliveira do Hospital decretou hoje três dias de luto municipal em …

Chamas destruíram pavilhão de fábrica têxtil em Seia

O incêndio que lavra no concelho de Seia destruiu um pavilhão de uma fábrica têxtil …