Orquestra Juvenil do CCPOH comemora 10º aniversário com concerto na Casa da Cultura

… a data festiva, a orquestra realiza um concerto, na Casa da Cultura César Oliveira, com início às 15h00, com a participação da Tuna Penalvense e Grupo de Cavaquinhos e alunos da Escola de Música do CCPOH.

Realizou a primeira actuação em público no dia 1 de Dezembro de 1998 e desde então, a Orquestra Juvenil do CCPOH nunca mais parou e contabiliza até ao momento cerca de 80 actuações, a maioria das quais fora do concelho de Oliveira do Hospital. No entanto, é intenção da direcção da Escola de Música do CCPOH levar a música produzida pela Orquestra Juvenil a cada uma das 21 freguesias que constituem o concelho. “Já algumas terras nos convidaram mas, gostaríamos de ir a todas! Haja vontade de quem coordena e organiza nas nossas freguesias e associações”, adianta a direcção em nota de imprensa enviada ao correiodabeiraserra.com.

Num balanço aos 10 anos de actividade, a direcção destaca a dedicação de “algumas dezenas de rapazes e raparigas” que têm passado pela orquestra, sublinhando o exemplo de jovens “que mesmo andando numa universidade”, não deixam o grupo. “Assim tem sobrevivido este grupo, que vai tocando e interpretando temas da música antiga, da música Clássica, da música Romântica, da música Jazz, da música Ligeira e até popular, de uma forma experimental, formativa e cultural”, lê-se na mesma nota, onde a direcção destaca outras vertentes da orquestra como o desenvolvimento da memorização, atenção e concentração; o desenvolvimento rítmico e motricidade fina; o desenvolvimento auditivo; a criatividade; o “gosto” e a partilha desse gosto pelos vários estilos musicais e ou autores; e a técnica instrumental do trabalho em Solo ou grupo. Destaque ainda para a iniciativa criada no ano passado que é o Acantonamento Musical feito durante três ou quatro dias na casa das Mimosas na Serra da Estrela.

Para além de todas as iniciativas que envolvem a Escola de Música e a Orquestra, a direcção coloca a ênfase na “forte amizade” que fica entre todos os participantes.

LEIA TAMBÉM

Cid Teles, a cigarra do Triste Fado: Possíveis influências. Autor Renato Nunes

Não é fácil identificar as influências de um indivíduo. Ainda assim, o estudo dos seus …

Cid Teles, a cigarra do Triste Fado: As origens. Autor: Renato Nunes

O poeta que inspira estas palavras nasceu em 8 de Março de 1911, em Tábua, …