Ovinos reprodutores Serra da Estrela exportados para Angola

Associação Nacional de Criadores de Ovinos Serra da Estrela (Ancose) anunciou hoje a exportação de ovinos reprodutores Serra da Estrela para Angola, mais precisamente para a província do Lubango. A TAP assegurou o transporte dos animais.

“Este é mais um marco histórico para esta Associação, bem como para a raça Serra da Estrela, indo de encontro a mais uma linha de trabalho que esperamos a curto prazo ser uma aposta ganha. Marco histórico também para a TAP que pela primeira vez assegurou o transporte de ovinos a partir de Portugal”, explica numa nota o presidente da direcção da ANCOSE, Manuel da Conceição Marques, aproveitando ao mesmo tempo para agradecer aos criadores portugueses. “Queremos também realçar o empenho e dedicação dos nossos criadores na preservação e melhoramento desta raça, permitindo assim dar passos firmes no sentido da sua internacionalização”, sublinha.

A ANCOSE é uma organização de ovinicultores que tem desde 6 Novembro de 1981, representado os interesses dos seus 4 mil associados em vários fóruns nacionais e internacionais. “Esta Associação tem defendido a preservação da raça autóctone Serra da Estrela, o seu melhoramento e selecção, bem como a sua expansão ao longo dos seus 33 anos de existência”, refere ainda na nota.

LEIA TAMBÉM

Quem compra pássaros? Autor: Renato Nunes.

Todos os sábados, quando ainda mal amanhece, saio de casa em direcção ao mercado semanal. …

José Carlos Alexandrino considera prioritário financiamento para recuperar empresas afectadas pelos incêndios

O presidente da Câmara de Oliveira do Hospital mostrou-se hoje mais preocupado com a recuperação …

  • Queijeiro

    Excelente medida, assim, num futuro próximo já podemos ter a maior feira do queijo da serra da Estrela, sem ter necessidade de fazer os queijos com leite Espanhol, passamos a utilizar o leite Angolano mas destas ovelhas.
    Aí depois, já se arranja leite suficiente para fazer o maior requeijão do mundo.

  • Mitómano

    Já que por aqui as tratam tão mal, também elas emigram..! Em 9000 temos 2 800 genuínas!!! No mês que vem temos a festa do queijo da Serra da “Guadarrama”…

  • Ele & Ela

    Podiam ter aproveitado e com as ovelhas ir também este executivo todo! E de preferência que ficasse lá muitos e bons anos!

  • Timoneiro

    Depois de ouvir a entrevista dada à Radio Boa Nova, estou contente por ver que as pessoas do mesmo tipo têm tendência a unir-se e a memória das pessoas é curta e interesseira. “… presto aqui publicamente a minha homenagem a José Carlos Alexandrino, presidente do município oliveirense, por tudo o que tem feito pela ANCOSE.” Em 2009 não queria nem sequer ouvir falar nele, a cor politica que ele enveredava não era compatível, agora já passou de besta a bestial. Estão mesmo bem um para o outro!

  • António Lopes

    Lá veio o Sr.Presidente da Ancose dizer, aos microfones da Boa Nova, que se anda a vender gato por lebre, nas grandes superfícies, no que diz respeito ao queijo da serra. Na própria festa feira, acontece o mesmo, com o protesto dos pastores e produtores, genuínos.
    Lamentavelmente, quem devia assumir e tentar resolver estas preocupações, ao menos na feira,está mais preocupado com a “maior e mais mediática” festa(não é feira) do “queijo Serra da Estrela” que de Estrela, só mesmo o nome, a maioria… Não é só no queijo que nos vendem gato por lebre…Na política… ui ui…

    • mimosa

      Não há leite que chegue para fazer o maior queijo, então vai-se para o requeijão, que até com “mimosa” se faz.

    • Jô Soares

      “As pessoas estão tão acostumadas a ouvir mentiras, que sinceridade demais choca e faz com que você pareça arrogante”.

    • Liberdade

      Lopes, se assim é agarra numas faixas com o teu acessório Pombo Junqueiro e no dia da Feira do queijo fazem a manif a porta. Escrevem o queijo é espanhol o Presidente da Ancose mente. Tipo á comuna. Tu és a paradória do concelho.

      • Guerra Junqueiro

        Faixas há lá muitas, de palha. Tenta resistires sem as comeres.

        Cumprimentos
        Guerra Junqueiro