Pais denunciam “falta de informação” relativamente à entrada em funcionamento do Centro Educativo de Nogueira do Cravo

Os encarregados de educação dos alunos de Galizes, Santa Ovaia e Senhor das Almas acabam de tornar pública a “indignação” face à “falta de informação, diálogo e respeito” manifestada pela Câmara Municipal de Oliveira do Hospital que, a menos de dois meses do arranque do ano letivo, não terá ainda dado resposta às preocupações manifestadas pelos pais.

Certos de que o Centro Educativo de Nogueira do Cravo vai abrir portas no arranque do próximo ano letivo, os pais e encarregados de educação dos alunos que vão ser servidos por aquele estabelecimento de ensino recorreram a uma carta aberta dirigida à vereadora da Educação da Câmara Municipal, Graça Silva, para elencar um conjunto de questões que garantem já ter colocado àquela responsável em reunião realizada no dia 3 de julho, mas que até agora ainda não foram objeto de resposta, nem esclarecimento.

“Foi-nos dito pela Sra. Vereadora que, as mesmas, iriam ser respondidas numa reunião, a agendar com os Encarregados de Educação, entre os dias 15 e 19 de julho, sendo estes convocados da forma mais adequada e conveniente”, recordam os pais na carta aberta que também dirigiram à comunicação social e na qual lamentam que, “à presente data, as preocupações apresentadas e transmitidas atempadamente pelos pais, continuem sem resposta uma vez que, a hipotética reunião, não se realizou”.

“Como estará estruturado o Centro Educativo? Qual será a lotação das instalações? O Centro Educativo terá refeitório? Qual a sua capacidade? Quem irá fornecer as refeições? Qual o horário destas, dado existirem diferentes níveis escolares? Como será articulado o tempo de recreio das crianças em função da área prevista para este momento? De que forma se irão processar os transportes das crianças? Quais os horários e locais de partida e chegada às respetivas localidades? A Componente de Apoio à Família será assegurada a partir de que horário, por quem e em que local?”, são as questões a que os pais garantem que ainda não foi dada resposta.

Também preocupados com as inscrições para ATL e necessários transportes, os encarregados de educação não aceitam que “a cerca de um mês e meio do início do ano letivo 2013/2014”, se mantenham na “ignorância”e na “indefinição” relativamente à escola que os respetivos educandos vão frequentar. “Nada sabemos, oficialmente, quanto ao funcionamento do Centro Educativo de Nogueira do Cravo e cujas instalações, ainda, desconhecemos”, referem ainda os pais, certos de que não se encontram a “exigir mais do que aquilo que os seus filhos já usufruíram em anos anteriores”.

Indignados com a situação, os pais e encarregados de educação entendem que “há limites para tanta indiferença para com as nossas crianças que deveriam ser uma das prioridades”. Avisam que “as crianças não votam, mas votarão um dia, e estes exemplos de indiferença em nada dignificam nem as gentes, nem o nome desta terra com tanta história e património cultural”.

O correiodabeiraserra.com tentou obter um esclarecimento junto da vereadora da Educação, mas até ao momento ainda não possível chegar à fala com Graça Silva.

LEIA TAMBÉM

José Carlos Alexandrino acusa Governo de discriminação na ajuda pós-incêndios

O presidente da câmara de Oliveira do Hospital acusou o Governo de estar a discriminar …

IP reforça meios de prevenção e limpeza de gelo e neve nas estradas da Serra da Estrela com novo Silo de Sal-gema na Guarda

A Infra-estruturas de Portugal (IP) instalou na Guarda, um novo silo de sal-gema com capacidade …

  • catarina

    A conversa começou em 24 de Julho de 2012

    17:22

    Catarina Almeida

    boa tarde sr presidente gostaria de saber quais os apoios que a camera dá á criação de um novo negóçio em oliveira do hospital, uma vez que os custos para a abertura de um espaço são muitos. muito obrigada pela sua atenção catarina almeida esposa de miguel pereira filho do 14 dos fiais, lol

    9 de Agosto de 2012

    15:20

    José Carlos Alexandrino

    Catarina tenho uma equipa para dar todas as informações q. Por isso estou disponível para te receber e concedermos sobre o teu projecto.

    16:30

    Catarina Almeida

    obrigada

    Hoje

    18:22

    Catarina Almeida

    ola muito boa tarde sr presidente, antes de mais lamento o facto de ter se deslocado á reunião de ontem e ter falado e na hora de ouvir ter se ausentado, não sabia que aquele projecto tinha sido ideia sua, da qual desculpe a minha sinceridade não gostei, esta é a minha opinião, acho que as nossas crianças eram muito mais felizes na antiga escola de galizes, não vejo o porque de a fechar, também não acho proveitoso “enfiar” 200 crianças num edifício, nem vejo quais os benefícios, disseram que estiveram sem almoçar para nos virem dar aquelas informações ontem, quais informações??? as mesmas que nos deram á 2 anos quando nos reuniram em galizes e disseram que em Setembro seguinte os nossos filhos já iriam pra nogueira? lamento dizer isto, mas votei em si na ultima campanha pois prometeu mt pelos jovens e crianças, eu não tenho nenhuma afinidade politica, que fique claro, apenas estou a manifestar a minha opinião como mãe que sou, a desculpa de fecharem a escola de galizes é não ter cantina? a de nogueira tbm não tem, espaço para ginástica? tanto quanto vi aquela apenas tem um exterior, ou seja, a mesma coisa que em galizes…ou seja, dinheiro gasto em nada…arquitectura moderna?! de que serve isso? que eu saiba a arquitectura não tem efeitos sobre a educação e felicidade dos miúdos… alguma vez pensaram em perguntar aos pais qual a opinião sobre a abertura dessa escola? não limitaram se a impor isso, não lhe disse pessoalmente tudo isto ontem pk infelizmente o sr presidente limitou se a falar, mas como se costuma dizer, se temos uma boca e duas orelhas, é para falarmos menos e ouvir mais, eu ouvi, ouvi, passado uma hora de ouvir nada, sai , pois acho ridícula a reunião de ontem em nogueira, se não tinham nada para nos dizer deviam ter feito o mesmo que fizeram estes 2 anos….o silêncio , esse silêncio que nos fez suspirar de alivio durante 2 anos pensando que afinal aquele projecto não iria para a frente….espero que pelo menos de uma próxima tenham o cuidado de prepararem uma reunião destas em que tantos pais se deslocaram pra ouvir….nada….aqui fica a minha opinião e critica construtiva! e para que se conste eu não soube de carta nenhuma mas se soubesse teria assinado sem quaisquer problemas pois partilho da mesma opinião!!!