Pão colorido com doses recomendadas de nutrientes vence Concurso de Ideias de Oliveira do Hospital

Um pão colorido inovador, recorrendo a recycling food, a partir de antocianinas (compostos que dão cor aos frutos envolvidos) provenientes da fruta e legumes da região, designado como “PãoDetox” foi o projecto vencedor da final do Concurso Municipal de Ideias de Negócio, realizada na sexta-feira, na Casa da Cultura César Oliveira, em Oliveira do Hospital. Os promotores da ideia, os alunos Marta Filipa Trindade e João Diogo Rodrigues, pretendem desenvolver um novo conceito de comida rápida e completa, em que a dose recomendada de proteínas, lípidos, hidratos de carbono, fibras e sais minerais estarão contidas em duas fatias de pão.

A iniciativa é promovida no âmbito do projecto “Empreendedorismo nas Escolas – Educação Empreendedora” desenvolvido pela Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra (CIMRC) em parceria com os seus municípios. Apresentado como inovador e apelativo pela cor e com valor nutricional completo, o “PãoDetox”, destes alunos do 2.º ano do curso Técnico de Design, variante Design de Equipamentos, na EPTOLIVA, convenceu o júri e deu-lhes o passaporte para representar o Município de Oliveira do Hospital na final da CIM da Região Centro. A sessão irá realizar-se no dia 30 de Maio em Tábua e contará com 19 projectos provenientes de cada um dos municípios constituintes da CIM.

Em segundo lugar, com a mesma pontuação, ficaram classificados os projetos: “Hambúrguer de Cavala” das alunas Cátia Isabel Azevedo e Tatiana Isabel Pinheiro, do curso Profissional Técnico de Restauração Variante de Cozinha e Pastelaria, 11.º G, na Escola Secundária do Agrupamento de Escolas de Oliveira do Hospital e “Mikas Marmitas” do aluno Micael Alexandre Pereira, do 2.º ano do curso Técnico de Design, variante Design de Equipamentos, na EPTOLIVA. O primeiro tem por objectivo a criação de um Hambúrguer de Cavala valorizando este peixe através da sua exploração culinária. O segundo consiste no desenvolvimento de uma linha de produtos térmicos energeticamente eficientes, usando o poder isolante da cortiça e do roofmate (resíduos sólidos).

Um terceiro prémio foi atribuído à ideia “Teleconfort” de desenvolvimento de kits electrónicos inteligentes e de baixo custo que serão instalados em sistemas convencionais para os tornar mais eficientes e controlados à distância. O projecto foi defendido por Ricardo Filipe Peres e Rúben Filipe Quintino, alunos do 3.º ano do curso Profissional Técnico de Manutenção Industrial, variante Mecatrónica Automóvel, na EPTOLIVA.

LEIA TAMBÉM

Sociedade Recreativa Penalvense recebe XV Encontro de Tunas

A Sociedade Recreativa Penalvense recebe, este domingo, o XV Encontro de Tunas, em Penalva de …

Oliveira do Hospital vai contar com sistema de optimização de deposição de resíduos

O concelho de Oliveira do Hospital é um dos 16 municípios do Planalto Beirão que …