Papel vale alimentos no Agrupamento de Escolas da Cordinha

 

O espírito da solidariedade e entre-ajuda volta a falar mais alto no Agrupamento de Escolas da Cordinha, em Ervedal da Beira.

Já conhecido por abraçar causas solidárias, aquele estabelecimento de ensino decidiu associar-se ao Banco Alimentar Contra a Fome e colocar em marcha a campanha “Papel por alimentos”. A iniciativa que arranca no último dia de aulas do 1º período escolar, pelas 14h00, vai decorrer até ao final do presente ano letivo, com o objetivo de recolher a maior quantidade possível de papel.

Na prática, os alunos e toda a comunidade escolar são desafiados a entregar na escola o papel que não utilizem de modo a ser armazenado. Cada tonelada de papel reverte em 100 Euros de produtos alimentares para instituições de solidariedade.

Amanhã, pelas 14h30, o Agrupamento de Escolas da Cordinha procede ainda à inauguração do Outdoor criado no âmbito do concurso “O meu Agrupamento dava uma frase”. Na ocasião, serão também entregues os prémios relativos ao mesmo concurso.

Patente no Agrupamento de Escolas da Cordinha está também uma exposição de presépios, árvores de Natal e outros motivos alusivos a esta quadra festiva. A mostra que prima pela diversidade e beleza é composta por trabalhos realizados por alunos e professores de todos os níveis de ensino no âmbito de um concurso promovido pelo Departamento de Línguas.

LEIA TAMBÉM

Jovens cientistas da EPTOLIVA de Tábua desenvolvem Compósito Antisséptico e conquistam segundo lugar na XI Mostra Nacional de Ciência

Jovens estudantes da Eptoliva, na Tábua, no distrito de Coimbra, desenvolveram uma solução desinfectante a …

A escola ou a escolinha (?). Autor: António Ferro.

Durante várias décadas, fui assistindo às mudanças (algumas drásticas e escusadas) no sistema de ensino …