Passeio da catequese causou ferimentos a oito crianças e três adultos de Nogueira do Cravo

Um dos três atrelados do tractor, com 60 passageiros, que pelas 14h30, iniciava a visita ao Badoca Safari Park, em Santiago do Cacém, virou-se e provocou ferimentos a oito crianças e três adultos da freguesia de Nogueira do Cravo.

Pertencentes ao grupo da catequese de Aldeia de Nogueira e da localidade sede de freguesia – constituído por 27 crianças e 20 adultos – os feridos foram socorridos pelos bombeiros de Santo André e transportados para o hospital local.

As crianças foram afectadas por leves escoriações, sendo que os adultos foram os que registaram ferimentos de maior gravidade.

Coordenadora do grupo da catequese, Rosa Madeira, foi uma das mais afectadas pelo acidente do passado sábado, chegando até a ser encaminhada para os Hospitais da Universidade de Coimbra.

Contactada pelo correiodabeiraserra.com, a responsável lamentou o sucedido, frisando que tudo aconteceu “num flash”, numa altura em que o tractor tinha percorrido apenas 50 metros.

Segundo explicou, a carruagem que tombou era a que transportava o maior número de crianças, mas frisou que os adultos foram os mais afectados, pelo facto de se encontrarem sentados nas extremidades dos bancos, junto às grades, já para evitar qualquer acidente.

Com o virar da carruagem, os adultos foram os primeiros a sofrer o embate, acabando por amortecer a queda das crianças. Rosa Madeira louvou a atitude das crianças, com idades entre os 7 e os 15 anos, que não entraram em pânico e souberam manter a calma.

Realizado anualmente, o passeio organizado pelo grupo da catequese, tem o objectivo de presentear as crianças e jovens, já que há algumas situações de carência por parte de algumas famílias. “Há algumas crianças mais desfavorecidas e gostamos de lhes dar esse presente”, referiu Rosa Madeira, lamentando que desta vez o “presente tenha sido envenenado”.

As pedras que se soltaram das margens, devido à tromba de água verificada na manhã de sábado, são apontadas como as possíveis causas do acidente. A direcção do parque cancelou os restantes safaris previstos para aquela tarde.

Rosa Madeira assegurou, a este jornal, que o apoio prestado no local e no hospital foi exemplar, mas não deixou de verificar a existência de uma qualquer “negligência” no Badoca Safari Park. De acordo com informações recolhidas, o acidente do passado sábado foi o terceiro verificado desde Março de 2002.

LEIA TAMBÉM

Cuidar dos pés das crianças é o mais importante. Autor: Francisco Oliveira Freitas

Os pés das crianças podem ser facilmente afetados devido à utilização de calçado mal ajustado, …

O verdadeiro papel do cuidador não é fácil. Autora: Ana Margarida Cavaleiro

A doença de Alzheimer é cada vez mais uma realidade na nossa sociedade. Esta condição, …