Paulo Campos mantém-se na Secretaria de Estado das Obras Públicas

Licenciado em Economia, Campos entrou para o Governo de José Sócrates em Março de 2005 e teve grande protagonismo político enquanto Secretário de Estado Adjunto das Obras Públicas e das Comunicações no ministério de Mário Lino.

Em termos da Região Centro, deixou uma marca ao travar grandes lutas para alterar o panorama rodoviário de muitos concelhos do interior do país.

Quase em final de mandato, deixou concluído o processo relacionado com a construção de três vias estruturantes para o desenvolvimento do interior do país, ao dar ordens à empresa pública “Estradas de Portugal” para o lançamento do concurso público internacional – até ao final do primeiro semestre de 2010 – dos IC 6, IC 7 e IC 37.

Campos foi também um dos principais impulsionadores do plano tecnológico nas escolas, e esteve na origem da chegada do computador Magalhães aos alunos do 1º Ciclo de Ensino Básico.

Politicamente hábil, o filho do histórico militante do PS – António Campos –, teve sempre uma relação de grande proximidade com José Sócrates. Na campanha eleitoral para as últimas legislativas, foi ele o autor do projecto político “Geração Activa”, que se traduziu numa importante plataforma de comunicação entre o PS e a sociedade civil.

Muito mediático, saltou para as primeiras páginas dos jornais quando se soube que tinha sido ele a convidar a destacada militante do Bloco de Esquerda, Joana Amaral Dias, para integrar as listas do PS às legislativas, pelo Círculo de Coimbra.

Tido como um gestor nato – já foi administrador e presidente do conselho de administração de diversas empresas do grupo Águas de Portugal –, Campos, com 44 anos, vai agora trabalhar com o ministro António Mendonça numa das mais importantes pastas governamentais.

Ao nível da política local – Campos já pediu a transferência da sua ficha de militante para a secção do PS de Oliveira do Hospital –, aquele membro do Governo deu a cara pela candidatura de José Carlos Alexandrino nas eleições autárquicas do dia 11 de Outubro e – simbolicamente – aceitou integrar o último lugar da lista de candidatos com que o PS concorreu à Assembleia Municipal.

Depois de Dulce Álvaro ter sido empossada como ministra do Ambiente, o PS de Oliveira do Hospital regozija-se agora com a recondução de Paulo Campos.

Líder do PS diz que Campos teve “um olhar atento e cuidado para com o interior do país”

Em declarações ao correiodabeiraserra.com, o líder do PS local, José Francisco Rolo, diz tratar-se de “um elemento que, pelo seu perfil, valoriza o Governo de José Sócrates”.

Salientando que esta recondução é “amplamente merecida”, Rolo diz que Paulo Campos “teve um olhar atento e cuidado para com o interior do país, e deixou uma marca em toda a região”, através do lançamento de um conjunto de projectos, na área das acessibilidades e do plano tecnológico, que vêm permitir “uma correcção das assimetrias” de desenvolvimento.

Consulte aqui o currículo do novo secretário de Estado.

LEIA TAMBÉM

Incêndios adiam da tomada de posse do executivo da autarquia oliveirense

A catástrofe que se abateu sobre Oliveira do Hospital, com os incêndios, levou a uma …

Incêndio

Anda tudo a gozar connosco!!! Autor: Luís Lagos

Anda tudo a gozar connosco!!! Eu estou absolutamente farto!!! Fartinho!!! Haverá quem leia este post …