Paulo Figueira defende fusão entre clubes para colocar a cidade de Oliveira no futebol profissional

Paulo Figueira defende fusão entre clubes para colocar a cidade de Oliveira no futebol profissional

O presidente do FC Oliveira do Hospital, Paulo Figueira acredita que o melhor para o futebol em Oliveira do Hospital passa pela fusão entre os maiores clubes do concelho, agrupando recursos para construir uma equipa com capacidade para entrar nas provas profissionais. Uma ideia,que o próprio, no entanto, reconhece que dificilmente se poderá concretizar devido às paixões que movimentam o futebol.

“Uma união entre o Nogueirense e o Oliveira iria permitir concentrar os recursos e a possibilidade de ter um plantel e uma estrutura forte”, explica. Mas o próprio reconhece que tal ideia dificilmente passará de uma miragem. “Sei que os sócios diriam que sou doido, mas do ponto de vista racional, económico e de visibilidade para o concelho seria, sem dúvida, o mais aconselhável. Estaria presente nos órgãos de comunicação social a nível nacional e seria falado, pelo menos, todos os fins-de-semana”, conta.

Nunca conversou com ninguém sobre esta sua ideia, porque, no seu entender, as pessoas dificilmente estariam dispostas a abdicar do seu clube. “Mas seria possível se todos olhassem para o futebol de uma forma mais racional”, frisa.

Ao mesmo tempo advoga o agrupamento dos melhor da formação do concelho num ou dois clubes, para permitir que as camadas jovens disputassem os campeonatos nacionais. “Seria fundamental para depois abastecerem uma equipa que estivesse a disputar provas profissionais. A experiência que iriam adquirir nível nacional permitiria uma evolução que dificilmente conseguem nos distritais. Isso seria o melhor para todos”, reforça, adiantando que talvez um dia seja possível concretizar esta ideia.

 

LEIA TAMBÉM

Mortes em acidente em Tábua no acesso ao IC6

Dois homens morreram hoje na sequência de uma colisão frontal entre duas viaturas ligeiras numa …

Funcionário público detido na região de Viseu por apropriação de objectos apreendidos judicialmente

PJ deteve em Trancoso desempregado por alegada violação de criança

A Polícia Judiciária (PJ) anunciou hoje a detenção de um homem de 34 anos, em …