PEJENE abre mil vagas de estágios para estudantes do ensino superior

Os jovens a frequentar o penúltimo e último ano de qualquer curso do ensino superior já se podem candidatar ao 24º Programa de Estágios de Jovens Estudantes do Ensino Superior nas Empresas (PEJENE), promovido pela Fundação da Juventude. As cerca de mil vagas estão disponíveis em www.fjuventude.pt/pejene2016.

No total existem estágios em mais de 100 áreas de formação que vão desde saúde, a tecnologias passando pelo ensino, formação, ambiente, gestão ou áreas específicas como antropologia ou arqueologia. O número de vagas, cujo crescimento é de 36 por cento face a 2015, abrange todo o território nacional, oferecendo a cada estudante a possibilidade de se candidatarem até quatro vagas de estágio, de acordo com as suas preferências. Os estágios realizam-se entre Julho e Setembro de 2016 e pressupõem a atribuição de subsídio de alimentação e de transporte, assim como um seguro de acidentes pessoais.

O PEJENE enquadra-se num dos vectores estratégicos de actuação da Fundação da Juventude – Emprego e Empreendedorismo – e constitui um importante factor de enriquecimento curricular assim como aquisição de experiência e conhecimento em contexto laboral. Este programa tem vindo a responder, desde 1993, às necessidades dos jovens que se encontram a finalizar o ensino superior, permitindo desempenhar tarefas de carácter profissional, e aumentar os seus conhecimentos em ambiente real de trabalho.

“Na última edição do programa PEJENE a taxa de empregabilidade, verificada após a realização do estágio, foi de 15 por cento. São resultados que se revelam bastante significativos, tendo em conta a conjuntura actual, em que existe uma grande dificuldade de empregabilidade por parte de jovens diplomados”, explicou o Presidente Executivo da Fundação da Juventude, Ricardo Carvalho.

A Fundação da Juventude, recorde-se, é uma instituição privada, de interesse público, sem fins lucrativos, focada na Formação, Empreendedorismo e apoio ao Emprego Jovem. Foi criada por escritura notarial a 25 de Setembro de 1989, pela mão de 21 instituições públicas e privadas e declarada instituição de utilidade pública, em Março de 1990. De âmbito nacional, a Fundação da Juventude tem Sede na cidade do Porto e uma Delegação na Região de Lisboa e Vale do Tejo.

LEIA TAMBÉM

Fogo activo com “muita intensidade” em Góis

O incêndio que deflagrou no sábado, no concelho de Góis, distrito de Coimbra, “permanece activo” …

Gasolina deve descer 1,5 cêntimos na segunda-feira

A gasolina vai ficar mais barata na segunda-feira, atingindo o preço mais baixo desde Dezembro. …