Pela defesa das florestas, Naturalista foi engolido por uma anaconda e filmou tudo

Como forma de chamar a atenção para a destruição da floresta amazónica, o naturalista Paul Rosolie permitiu-se ser engolido por uma anacaconda, a maior cobra do mundo. O documentário é hoje transmitido pelo “Discovery Channel”, nos Estados Unidos.

Paul Rosolie nesta aventura filmou todos os momentos em que foi engolido vivo e são estas imagens, que vão hoje para o ar nos Estados Unidos, com o objectivo de chamar a atenção para a destruição das florestas húmidas. “Toda a gente sabe que as florestas tropicais estão a desaparecer e muitas pessoas podem dizer a razão por que são tão importantes, mas ninguém assume que isto é um problema”, disse à AFP.

O activista norte-americano confessou estar orgulhoso desta aventura com a anaconda (que está viva), embora a perspectiva de morrer tenha sido difícil de suportar. O maior perigo passou pela forma como as anacondas tratam as suas presas, sufocando-as antes de as ingerir. O maior perigo passou pela forma como as anacondas – as maiores cobras do mundo – tratam as suas presas, sufocando-as antes de as ingerir. Paul, para superar esta perigosa contrariedade, utilizou um fato especial, semelhante a uma armadura.

 

 

 

LEIA TAMBÉM

Solução para vinagres sem conservantes está nas películas à base de camarão ou de fungos

Já tinham descoberto uma forma de conservar os vinhos sem recurso à adição de sulfitos, …

Universidade de Coimbra desenvolveu modelo matemático que poderá ter impacto “na cardiologia de intervenção”

Um modelo matemático que simula a libertação do fármaco a partir dos ‘stents’ de última …

  • Tratador

    Tragam-na para Évora.
    Façam o teste com um “animal feroz”, e com o resto do “bando”.