Perguntar não ofende… Autor: João Dinis

Afinal como consegue a SONAE – ARAUCO fazer o que faz dentro de S. Paio de Gramaços, concelho de Oliveira do Hospital?

Será por “milagre” ? – Uma vez que a Fábrica já quase anexou o Santuário de Nossa Senhora dos Milagres, em S. Paio de Gramaços?

Temos feito estas perguntas com frequência e não nos chegam respostas esclarecedoras.

A citada Empresa, que está situada, há anos, dentro do espaço urbano da freguesia de S. Paio de Gramaços, é por vezes questionada em aspectos de segurança básica da População e seus teres e haveres. Mas puxa dos seus “galões” em termos de peso económico – logo político – para tornear as perguntas e, pelos vistos, para tornear ainda mais os problemas que gera.

E acumulam-se: …os fumos…os pós…os ruídos da laboração…as descargas de efluentes para a Ribeira de Cavalos…etc. Porém, tudo parece estar normalíssimo a aferir pela posição, ou pela falta dela, dos organismos públicos que é suposto superintenderem/fiscalizarem estas coisas…

Mas também há quem diga, e de resto é visível, que não é bem assim e que, de facto, há prejuízos para o ambiente, para o bem-estar da População residente, mesmo para a sua segurança…

Estaleiro principal da Madeira armazenada a céu aberto – com “montes” de madeira em rolaria – passou para uma zona da Fábrica situada a, apenas, uns 50 metros do Santuário da Nossa Senhora dos Milagres e de Habitações em S. Paio de Gramaços!

Quem autorizou a mudança deste estaleiro de madeira de rolaria? Que nos dizem a isto a chamada “Protecção Civil”, mais a GNR, mais os Bombeiros, do nosso Concelho? Será preciso levá-los lá pela mão para verem aquilo que se vê à distância? Ou, como se diz, “o maior cego é aquele que não quer ver”?…

Sabemos que se um cidadão dos anónimos juntar um montito de lenha, a céu aberto, no quintal atrás de sua casa, pode logo ser importunado por isso e até pode ser multado. E então, a esta Fábrica, será “proibido” notificá-la e mesmo multá-la?

O Grande Fogo do ano passado, recorde-se, queimou-lhe a madeira que estava em estaleiro do lado contrário ao actual e aí ardeu ela com chamas bravas por várias horas!  – quem vai ser responsabilizado caso, agora, haja alguma desgraça por ali ?

Novo módulo da fábrica SONAE – ARAUCO foi agora instalado ainda mais em cima de Habitações, no local onde antes esteve, até arder, o estaleiro principal de Madeira rolaria. E tem uma manga, provavelmente, de transporte de matérias-primas, a passar por cima da Estrada Municipal. Quem aprovou esta extensão da Fábrica para o local onde foi instalada?

Há ou não descargas de efluentes da Fábrica para a rede pública de Saneamento até à ETAR da Cidade? E se os há – e o mais provável é que os haja – quanto paga a SONAE-ARAUCO  à Câmara Municipal de Oliveira do Hospital por esses efluentes ?

Eis mais duas perguntas que eu faço – desde há anos – e já a três diferentes Presidentes da Câmara de Oliveira do Hospital sem ainda ter obtido umas respostas categóricas! Tais “omissões” levam-me a insistir nas perguntas e a falta de respostas leva-me a pensar que há algo a que os vários Executivos Municipais se têm esquivado a enfrentar… Pois que será então?…

E enquanto não me esclarecem sem margem para mais dúvidas, desconfio que eu, um modesto cidadão mas contribuinte honesto, eu pago mais de Saneamento Básico do que paga esta grande fábrica da SONAE – ARAUCO situada em S. Paio de Gramaços – Oliveira do Hospital! Ora, esta perspectiva “dói-me” muito que “milionários” são os donos da Fábrica… eu não o sou, mas eu é que “as pago” !…

***

Pois bem, vou mandar este meu posicionamento para todas as Entidades com responsabilidades públicas na matéria até para que ninguém possa vir a invocar “que não sabia”… E vou divulgá-lo publicamente.

Autor: João Dinis

LEIA TAMBÉM

Presidente da Junta de Travanca de Lagos demitiu-se

O presidente da Junta de Freguesia de Travanca de Lagos, António Soares, apresentou hoje a …

Fazer contas à vida. Poupar para multiplicar. Autora: Tânia Vieira

No contexto actual, conseguir colocar algum dinheiro de parte e constituir poupança é cada vez …

  • João Dinis, Jano

    Em resposta à pergunta se a SONAE- ARAUCO, com aquela fábrica enorme ali dentro de S.Paio de Gramaços, manda ou não esgotos para a ETAR da Cidade, um seu administrador admite que sim após pré-tratamento e, portanto, vai mais longe – finalmente – do que têm ido as respostas de Presidentes da Câmara de Oliveira do Hospital que sempre têm enrolado pseudo-argumentos para fugirem a responsabilidades…
    Todavia, ainda não vem respondida cabalmente a pergunta que essa resposta desencadeia:- afinal quanto paga a SONAE – ARAUCO por esses esgotos à Câmara Municipal ? E aqui é que deve estar o problema que esta grande empresa, às tantas, não paga é nada pelos esgotos que manda para a ETAR !…
    Já temos ouvido que a empresa tem furos próprios de captação de água. Pois que os tenha desde que devidamente autorizados. Agora que essa circunstância não pretenda ser desculpa para que a Câmara – ou alguém por esta – lhe deixe de cobrar a taxa respectiva de esgotos. Desde logo porque a Câmara os vai pagar – quer dizer, somos nós que os vamos pagar – à empresa adjudicatária do saneamento e das ETAR… E também porque nós, os “tesos”, pagamos esgotos à Câmara Municipal e, às tantas, estamos a pagar mais de taxas de esgotos do que paga a SONAE ARAUCOS dos homens “mais do que ricos” … Uma afronta !
    Por essas e outras é que nós reafirmamos que há uma manifesta subserviência dos poderes centrais e locais perante os detentores do grande capital a quem praticamente até lambem as solas dos sapatos e ainda por cima os condecoram…afinal à nossa custa !
    Até quando ?!
    João Dinis, Jano

  • Susana

    O artigo 66.º da Constituição Portuguesa consagra o direito fundamental a viver num sistema ecológico livre de ameaças que o periguem. Mais, prevê o dever fundamental de todos protegerem esse mesmo ambiente ecologicamente equilibrado.
    Neste artigo refleta um grande problema de segurança e saúde pública, ainda mais de poluição ambiental. O governo não faz nada?!
    Então porquê não fazer apelo à amnistia internacional? Há que mudar esse sistema em que os pobres sejam afetados pela inconsciência dos ricos empresários que só pensam em benefícios e rentabilidade!!
    Há que agir: amnistia.pt