A Polícia Judiciária deteve seis homens pela prática de crimes violentos

PJ confirma homicídio seguido de suicídio em Coimbra

A Polícia Judiciária (PJ) reconheceu hoje que a morte a tiro de um casal de idosos, em Coimbra, ocorreu num quadro de homicídio seguido de suicídio e que o autor dos disparos, possuía “alguma instabilidade emocional”.

“O senhor terá morto a esposa e suicidou-se de seguida”, disse fonte da PJ, entidade encarregue da investigação do caso. As motivações do crime estarão relacionadas “com alguma instabilidade emocional” do homem.

Fonte policial disse que os corpos foram encontrados pela PSP numa casa do centro de Coimbra, cerca das 9h15, depois da filha do casal ter encontrado a mãe deitada no chão da casa, já morta, e ter dado o alerta. O caso verificou-se nas instalações de uma antiga pensão, que actualmente serviam de domicílio ao casal de idosos, cujas idades se situam entre os 78 e 80 anos.

Fonte: noticiasaominuto

LEIA TAMBÉM

GNR realizou ontem 40 detenções em flagrante delito, sete das quais por roubo

Apenas um elemento do grupo suspeito de vários crimes na zona Centro ficou em prisão

Dos cinco jovens, com idade entre os 22 e os 28 anos detidos pela PJ …

Subida de temperatura e risco elevado de incêndios no interior nos próximos dias

Onde de calor vai continuar, com as temperaturas a rondar os 30 graus

O calor vai continuar a fazer-se sentir no continente, com as temperaturas a rondar os …