A Polícia Judiciária deteve seis homens pela prática de crimes violentos

PJ confirma homicídio seguido de suicídio em Coimbra

A Polícia Judiciária (PJ) reconheceu hoje que a morte a tiro de um casal de idosos, em Coimbra, ocorreu num quadro de homicídio seguido de suicídio e que o autor dos disparos, possuía “alguma instabilidade emocional”.

“O senhor terá morto a esposa e suicidou-se de seguida”, disse fonte da PJ, entidade encarregue da investigação do caso. As motivações do crime estarão relacionadas “com alguma instabilidade emocional” do homem.

Fonte policial disse que os corpos foram encontrados pela PSP numa casa do centro de Coimbra, cerca das 9h15, depois da filha do casal ter encontrado a mãe deitada no chão da casa, já morta, e ter dado o alerta. O caso verificou-se nas instalações de uma antiga pensão, que actualmente serviam de domicílio ao casal de idosos, cujas idades se situam entre os 78 e 80 anos.

Fonte: noticiasaominuto

LEIA TAMBÉM

Detidos incendiários em Viseu, Vouzela e Tondela

A Polícia Judiciária deteve um homem, de 41 anos, casado, servente de pedreiro, pela presumível …

IMT vai recorrer de decisão que declarou ilegal fecho de centro de inspecção automóvel de Seia

O Instituto de Mobilidade e Transportes (IMT) anunciou que vai recorrer das decisões judiciais que …