ATM

PJ da Guarda deteve funcionário bancário que alegadamente se aproveitou de cartão de crédito de cliente

A Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação Criminal da Guarda, identificou e deteve um homem, de 50 anos, funcionário bancário, pela prática de, pelo menos, um crime de peculato. O crime terá sido perpetrado na sequência da apropriação e utilização pelo detido, em proveito próprio, de um cartão de crédito propriedade de um cliente da agência bancária onde o mesmo exercia as suas funções e que terá sido deixado e recolhido por uma máquina ATM.

“Das investigações, entretanto realizadas, resultou ainda a recolha de relevantes elementos de prova que indiciam a possibilidade da prática de outros crimes da idêntica natureza, tendo como vítimas outros clientes da mesma agência bancária onde o funcionário bancário exercia as suas funções”, conta a PJ em comunicado sem revelar a localização da agência bancária.

LEIA TAMBÉM

AVMISP avisa, após reunião Marcelo Rebelo de Sousa, que falta de apoios pode levar empresas afectadas pelos incêndios a encerrar

A Associação das Vítimas do Maior Incêndio de Sempre em Portugal (AVMISP) lamentou hoje, na …

Ano de 2017 foi o melhor de sempre para o turismo no Centro de Portugal

O ano de 2017 foi o melhor de sempre para a atividade turística no Centro …