A Polícia Judiciária deteve seis homens pela prática de crimes violentos

PJ detém mulher por suspeita da prática de profanação de cadáver junto à aldeia de Linhares

A Polícia Judiciária (PJ) da Guarda deteve uma mulher, de 46 anos, “pela presumível prática de, pelo menos, um crime de profanação de cadáver” numa quinta junto à aldeia de Linhares, Celorico da Beira. Em comunicado, a PJ explica que o cadáver, “que se julga ser de um escocês de 59 anos, foi localizado e exumado na tarde do dia de ontem [quinta-feira], por elementos da PJ da Guarda e do Laboratório de Polícia Cientifica”.

“Concluiu-se assim uma fase da investigação, iniciada com a notícia do desaparecimento da vítima, procurando-se agora apurar as causas da morte”, lê-se na nota da PJ, adiantando que “por determinação da autoridade judiciária, que presidiu às diligências, a detida vai ser sujeita a julgamento em processo sumário”.

LEIA TAMBÉM

Candidato do PSD acusa executivo Tábua de não reflectir nas contas dívidas de 1,5 milhões

O candidato do PSD à Câmara Municipal de Tábua, José Pereira, acusa o actual executivo …

Incêndios destruíram mais 500 hectares em Seia

Autoridade Nacional de Protecção Civil alerta para risco de incêndios nos próximos três dias

O Comando Nacional de Operações de Socorro (CNOS) da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) …