Incêndio

PJ deteve incendiário no concelho de Arganil

A Polícia Judiciária (PJ) deteve um homem, de 32 anos, solteiro, pela presumível prática de um crime de incêndio numa galera carregada com mercadoria, ocorrido no dia 30 do mês de Abril no concelho de Arganil. O incêndio causou prejuízos avaliados em, pelo menos, cinquenta mil euros.

“O arguido usou chama directa para atear o incêndio e actuou por razões ainda não apuradas”, refere a PJ, adiantando que o detido foi presente às autoridades judiciárias competentes para primeiro interrogatório. O suspeito ficou obrigado a apresentações diárias no posto da entidade policial próxima da sua residência.

LEIA TAMBÉM

AVMISP avisa, após reunião Marcelo Rebelo de Sousa, que falta de apoios pode levar empresas afectadas pelos incêndios a encerrar

A Associação das Vítimas do Maior Incêndio de Sempre em Portugal (AVMISP) lamentou hoje, na …

Ano de 2017 foi o melhor de sempre para o turismo no Centro de Portugal

O ano de 2017 foi o melhor de sempre para a atividade turística no Centro …