Polícia Judiciária deteve mulher que tentava introduzir haxixe na prisão de Coimbra

PJ deteve sete suspeitos de tráfico em Coimbra e no Porto

A Polícia Judiciária, através da Directoria de Centro, na sequência de uma investigação que tinha como objeto o combate ao tráfico organizado de produtos estupefacientes, levou a cabo, nos últimos dias, uma vasta operação que culminou com a detenção de sete pessoas, seis homens e uma mulher, presumíveis autores da prática de crimes de tráfico de estupefacientes.

“Os detidos, três residentes na zona do Porto e quatro residentes na zona de Coimbra, são suspeitos de constituírem uma rede que abastecia a zona de centro de vários tipos de estupefaciente, designadamente heroína, cocaína, haxixe e ecstasy”, refere a PJ em comunicado enviado ao correiodabeiraserra.com

Na sequência das diligências probatórias efetuadas nas zonas centro e norte do país, para além da detenção em flagrante delito dos sete suspeitos, a Policia Judiciária apreendeu cerca de dezassete mil e seiscentas doses de haxixe (cerca de oito quilogramas), mil e oitocentas doses de heroína, mil e trezentas doses de cocaína, cinquenta doses de ecstasy, três balanças de precisão, um moinho, um coador, uma arma branca, um revólver, uma viatura de gama alta e dez mil trezentos e quinze euros em numerário.

Os detidos, com idades compreendidas entre os 18 e os 47 anos, alguns deles com antecedentes criminais pelo mesmo tipo de crime, foram presentes a primeiro interrogatório judicial, tendo sido aplicada a prisão preventiva a dois deles e aos restantes apresentações periódicas às autoridades e proibição de contactos entre eles.

LEIA TAMBÉM

GNR GNR deteve mais de uma centena de pessoas e apreendeu droga e armas de fogo

Acidente com camião corta IP3

Uma colisão entre um veículo pesado de mercadorias e outro ligeiro, também de mercadorias, no …

João Dinis acusa CM de Oliveira do Hospital de “negligência continuada” em estrada municipal

O membro da Assembleia de Freguesia da União de Freguesias de Ervedal e Vila Franca …