Polícia Judiciária deteve mulher que tentava introduzir haxixe na prisão de Coimbra

PJ investiga incêndio em Câmara de Tondela

A Polícia Judiciária está a investigar um incêndio que deflagrou ao início da manhã de hoje na Câmara de Tondela, numa altura em que os funcionários ainda não se encontravam no edifício, disse a Guarda Nacional Republicana (GNR) de Viseu.

Fonte oficial da GNR explicou, segundo o site noticiasaominuto, que o alerta para o incêndio foi dado às 07h20 por uma funcionária da limpeza, que se deparou com imenso fumo e um intenso cheiro a borracha queimada. “Tratou-se de um incêndio de pequenas dimensões, com danos de pouco vulto”, acrescentou a fonte.

As chamas terão tido início numa carpete da sala de espera do gabinete de apoio à presidência e atingiram algumas cadeiras, além de terem provocado a quebra do vidro das janelas.

O edifício foi encerrado e os funcionários, às 11h00, estavam ainda impedidos de entrar. A Polícia Judiciária de Coimbra já se encontra no local a investigar o que poderá ter estado na origem do incêndio.

LEIA TAMBÉM

Denuncia do grupo do empresário Fernando Tavares Pereira coloca IMT sob investigação do DIAP

Duas empresas do grupo Tavfer, do empresário Fernando Tavares Pereira, a CIMA – Centro de …

Universidade de Coimbra aposta na folha de mirtilo para tratamento da Esclerosa Múltipla

Um projecto de investigação da Universidade de Coimbra aposta no potencial terapêutico da folha de …