PJ Militar investiga “pequeno arsenal” encontrado em Lagares da Beira

 

… com objetivo de apurar a sua proveniência.

Pelo estado da habitação onde, no sábado passado, foram encontrados vários artigos de guerra depreende-se que o “pequeno arsenal” – assim designado pelo comandante do Destacamento Territorial da GNR da Lousã, Armando Videira – já se encontrasse há algumas dezenas de anos no sótão do devoluto edifício.

Dados que, segundo adiantou aquela fonte, estão a ser objeto de investigação por parte da Polícia Judiciária Militar do Porto, à qual foi encaminhado o auto levantado pela GNR de Oliveira do Hospital.

Em causa está um conjunto de artigos, a maioria dos quais usados em instrução militar – dois rockets, uma granada e um foguete de sinalização – e que, por isso, não constituíam perigo. Do mesmo local foram também recolhidas 10 munições reais de G3 e 11 munições de salva de Espingarda Mauser.

O material foi encontrado pelo proprietário recente da habitação que, na ocasião, procedia à medição da área da casa com o objetivo de avançar com um projeto de restauro da mesma.

Chamada ao local, a GNR isolou o acesso à habitação e acionou a equipa de inativação de engenhos explosivos de Coimbra. Após a constatação de ausência de perigo, o material foi recolhido e encaminhado para a Polícia Judiciária Militar do Porto.

De acordo o comandante do Destacamento Territorial da GNR da Lousã, o achado deixou surpreendido o dono da habitação que disse não ter conhecimento da existência daquele material.

O caso segue agora a via de investigação, com o objetivo de apurar a proveniência do material e o respetivo proprietário.

LEIA TAMBÉM

Cemitério de Nogueira do Cravo vai ser ampliado

A Assembleia Municipal de Oliveira do Hospital aprovou na sexta-feira o alargamento do cemitério de …

LMAN promove “peregrinação” ao Santuário de Nossa senhora das Preces em Vale de Maceira

A Liga de Melhoramentos Desporto e Cultura de Aldeia de Nogueira (LMAN) vai realizar no …