Polícia britânica libertou sob caução casal suspeito de ter escravizado mulheres

A polícia britânica informou na sexta-feira que libertou sob caução um homem e uma mulher, ambos de 67 anos, suspeitos de terem escravizado três mulheres na sua casa em Londres durante 30 anos.

Os suspeitos, que não têm nacionalidade britânica, não tendo sido revelada a sua identidade, foram libertados sob caução “até uma data em janeiro, dependendo de mais investigações”, indicou a Scotland Yard em comunicado.

O casal foi detido na quinta-feira suspeito de trabalho forçado e escravatura doméstica, segundo a polícia.

Uma mulher malaia de 69 anos, outra irlandesa de 57 anos e uma britânica de 30 anos estiveram alegadamente as últimas três décadas cativas numa casa em Londres como escravas domésticas, tendo sido resgatadas a 25 de outubro.

A mulher irlandesa terá decidido pedir ajuda a uma organização em meados de outubro ao ver um programa na televisão sobre escravatura doméstica.

A polícia cooperou com essa organização, a Freedom Charity, para o resgate das três mulheres.

Lusa/ionline

LEIA TAMBÉM

Quatro fogos activos, incluindo um no Parque Natural da Serra da Estrela e outro na Pampilhosa

Detido suspeito de atear fogo florestal de Mangualde

A Polícia Judiciária (PJ) anunciou hoje a detenção de um homem pela presumível prática de …

Nelas viu aprovada candidatura de quatro milhões de euros para valorização de zona industrial

A Câmara de Nelas viu aprovado o projecto de expansão de novos acessos e valorização …