Polícia Judiciária deteve mulher que tentava introduzir haxixe na prisão de Coimbra

Polícia Judiciária deteve quatro autores de incêndios florestais

A Polícia Judiciária, através da Diretoria do Centro, identificou e deteve quatro jovens, estudantes, presumíveis autores da prática de múltiplos crimes de incêndio florestal, ocorridos entre os dias 7 e 17 do passado mês de maio, na Escola Superior Agrária de Coimbra e nas suas imediações.

“Os suspeitos, agindo num quadro de diversão e atração pelo fogo, usando isqueiros, iniciaram cerca de 30 focos de incêndio florestal, causando incêndios florestais de pequena dimensão, mas que geraram grande alarme social na cidade”, informa a PJ em comunicado enviado ao correiodabeiraserra.com.

De acordo com aquela fonte, os detidos, com idades entre os 16 e os 18 anos, vão ser presentes a primeiro interrogatório judicial para aplicação das adequadas medidas de coação.

LEIA TAMBÉM

IP reforça meios de prevenção e limpeza de gelo e neve nas estradas da Serra da Estrela com novo Silo de Sal-gema na Guarda

A Infra-estruturas de Portugal (IP) instalou na Guarda, um novo silo de sal-gema com capacidade …

Incêndios causaram mais de 10 milhões de euros de prejuízos em Seia

Os prejuízos financeiros causados pelos incêndios dos dias 15, 16 e 17 de Outubro no …