Populares indignados: Câmara repara pequeno caminho que dá acesso a quinta de membro do PS na AM e a ligação Parente –Tapada permanece esquecida

Os populares da Freguesia de Alvôco das Várzeas estão indignados. Aperceberam-se que a Câmara Municipal de Oliveira do Hospital está a realizar obras e a alcatroar uma pequena parte de um caminho que dá acesso a uma quinta de um membro da Assembleia Municipal (AM) eleito pelo PS (terminando num caminho florestal), enquanto a promessa de reparar a via “quase intransitável” da ligação Parente –Tapada, que serve 18 habitantes, permanece sem solução há vários anos. O próprio presidente da junta local foi apanhado de surpresa pelo decurso das actuais obras e não esconde algum desconforto. Além disso, tem recebido várias queixas de quem precisa de andar por Parente –Tapada . Como é o caso do presidente do Lar, que prestava assistência aos idosos do local, que também chegou a dar conta da situação à Câmara. A estrada em causa tem pouco mais de dois mil metros e os orçamentos apresentados para a sua reparação rondam os 105 mil euros.

“Aquilo é uma vergonha e existe sempre a promessa de que será arranjada, mas não há maneira de fazerem nada. Menos umas festas e resolvia-se o problema”, refere um popular que prefere permanecer anónimo. O próprio presidente da junta de freguesia ficou surpreendido com as obras que decorrem no pedaço de via em Alvôco, enquanto se mantém o estado “degradado” do caminho que serve uma população de cerca de 18 habitantes, quase todos idosos. Assegura, porém, que mantém esperanças que a obra seja contemplada no próximo orçamento. Mas está preparado para que tal não aconteça, deixando a promessa de reunir, em Setembro, com os seus pares para agirem caso nada seja feito. “Vamos ver as medidas a tomar. Algumas já estão ponderadas, mas que não gostaria de as revelar”.

“É claro que fiquei irritado com isto, porque a promessa de resolver o problema da estrada da ligação Parente-Tapada já vem do mandato anterior e nunca nada foi feito. E eu dei a minha palavra às pessoas. Chegou a estar orçamentada, mas a verba foi desviada para outras construções”, conta ao CBS Agostinho Marques, que, ao aperceber-se da obra que está em andamento, contactou a autarquia. “Só falei com o Gabinete de Apoio à presidência. A resposta que me deram foi que estes trabalhos foram uma imposição urgente das Estradas de Portugal e para resolver o problema de uma vizinha que tem a sua habitação numa cota mais baixa e no tempo da chuva a sua habitação apanhava com os detritos. Pelo que me foi explicado, colocaram uma conduta para evitar essa situação”, sublinha, adiantando não acreditar que o asfaltamento daquele pedaço tenha a ver com o acesso à quinta do membro da AM. “Não acredito que seja essa a razão e, de facto, a senhora também já me tinha chamado a atenção para o seu problema”.

Populares indignados: Câmara repara pequeno caminho que dá acesso a quinta de membro do PS na AM e a ligação Parente –Tapada permanece esquecida

Agostinho Marques cumpre o segundo mandato à frente da autarquia. O que prometeu foi sempre escudado em garantias da autarquia. Mas o tempo foi passando. Tudo permaneceu inalterável. Garante que a Junta não tem capacidade financeira para realizar a empreitada, caso contrário já o teria feito. “Agora tenho a promessa de que será realizada ainda neste mandato, sendo englobada no próximo orçamento. Se não for? Bem, aí terei de tomar medidas. Pela minha freguesia lutarei com tudo o que possa”, assegura, adiantando que o responsável pelo Lar local lhe deu, por várias vezes, conta que os carros da instituição que serviam aquela zona necessitam de ir quatro vezes mais à oficina que todos os outros.

O lar confirma que as viaturas que serviam aqueles utentes ficaram quase destruídas. Numa Renault os maus tratos por aqueles caminhos foram tais que já pouca serventia tem. “Era uma carrinha de cinco lugares. Ficou num estado lastimável, até com buracos por baixo”, lamenta Vera Martins, a directora técnica do lar. Confirmou igualmente várias exposições que fizeram à autarquia e que de pouco ou nada serviram. “A única coisa que fizeram foi colocar lá uma espécie de saibro, mas foi pior a emenda que o soneto. Num dia, a carrinha acabou por ficar lá atolada e tivemos ainda de pedir ajuda a um reboque”, frisa. Vera Martins confirma também que os carros que utilizavam aqueles caminhos eram os melhores clientes das oficinas. “Passavam lá a vida”, remata. Para já, os carros do Lar estão mais tranquilos. Uma das utentes faleceu. Outra passou a morar em Alvôco, pelo que, nesta altura, não estão a utilizar aquele caminho na prestação de assistência. Agora, todos, em especial dos idosos, esperam que esta situação seja resolvida.

 

LEIA TAMBÉM

Tomada de posse dos órgãos autárquicos marcada pela tragédia dos incêndios e presidente reeleito aposta em “fazer renascer Oliveira do Hospital”

Não foi uma tomada de posse normal dos novos responsáveis pelo munícipio. Os discursos inflamados …

António Lopes apresenta denúncia no MP contra as autoridades do concelho oliveirense por entender que pode existir “crime de homicídio por negligência” na tragédia dos incêndios

O eleito à Assembleia Municipal de Oliveira do Hospital, António Lopes, apresentou ontem uma denúncia …

  • A Malta

    Ora aqui está a prova concreta que o “tudo pela malta” funciona.
    O presidente da junta, que também faz parte da malta, infelizmente, só agora diz que não acredita que o caminho que estão a arranjar seja para “um, cá da malta”. Foi uma coincidência, causada por uma exigência das “Estradas de Portugal”, que também devem gostar “cá da malta”.
    Não falou com o Presidente da malta, falou com o “gabinete de apoio à malta”, mas deixa no ar, que se não se fizer o que ele quer, deixa o grupo da malta como fez o colega de Avô.
    Será que também quer ir curtir a vida?

  • Deixem-nos andar

    E dizia o Alex, na AM :”Este António Lopes não é o mesmo que eu conheci” Pois não… E este programa é que é o “tudo pelas pessoas”..? Festas, promessas e mais promessas que não se cumprem, propaganda foleira permanente e as pessoas a sofrer… e queria que o Lopes lhe batesse palmas !!! Afinal quem são os loucos???

  • olhos bem abertos

    Uma “noticia” à altura do jornal, ou seja, sem conteúdo e sem interesse. É triste quando um jornal que teria a finalidade de divulgar e promover a região, prende-se em mexericos políticos minados por pessoas mesquinhas e medíocres!

    • Já te vi

      Se tens os olhos bem abertos, então és duplo amblíope.
      Para promover a região, temos o posto do turismo, e mais algumas dezenas de pessoas na câmara que recebem para esse fim. Noticiar é a função do jornal. Para si, é que parece, que só é noticia quando um homem morde num cão, que não seja do presidente ou do partido socialista local. Porque se for da matilha ou mesmo o alfa, já não pode ser noticia. Nesse caso, tal como este, não pode ser noticiado, vale mais colocarem-se umas paisagens do Alva, de preferência com o Alexandrino a colher malmequeres.

      • olhos bem abertos

        Eu vejo bem, já tu deves usar é óculos de burro que só vês para a frente. Não tenho qualquer ligação partidária nem vivo da política felizmente… mas é triste quando um jornal que deveria ser antipartidário é constantemente minado por gente sem caráter, mesquinha e com ambições políticas, que só vive dizendo mal do trabalho dos outros. Deixem o presidente em paz que ele não vos deve nada, vocês têm é dor de cotovelo

        • Já te vi

          Como é que sabe que o presidente não me deve nada?
          Os burros têm cotovelos?
          Não noto qualquer partidarite no jornal, se fica triste, é porque vê aqui noticias que tocam naqueles que gosta ou que o ajudam, mas se não são verdades, acuse. Ou tem medo da verdade. Ou a verdade não lhe serve.
          O que você queria, era que fosse cego, isso é que lhe dava jeito.
          Mas, já te vi, há muito.

          • olhos bem abertos

            Diretora do Correio da Beira Serra abandona jornal devido a salários em atraso e pressões do proprietário para escrever notícias encomendadas – tem vergonha!! afinal há noticias encomendadas

          • Já te vi

            Ouviste isso da boca da Liliana?
            Ela têm a coragem de afirmar que lhe encomendavam noticias?
            O que li, foram possibilidades alvitradas por quem assina, i.e., por a Margarida Prata, vamos ver se ela se vai aguentar no barco. Porque essa sim, foi uma pseudo-noticia encomendada.

    • um gajo

      pode não ter interesse mas só para quem não anda naquela estrada de terra batida ou para aqueles que são os visados da noticia!…

  • abre a pestana

    Sinceramente. Se nao têm noticias construtivas fechem o jornal.

    • Já te vi

      Arranje aí uma fotografias do Alex para se poderem dar noticias a seu gosto.

      • Siga

        Mete uma da tua prima…

        • Já te vi

          Posso meter a da “querida”. É noticia

  • Toma que já almoçaste

    Concordo a 100% com os dois comentários anteriormente escritos. E já agora você de nick name ” Deixem-nos andar” gostaria de saber se você não frequenta essas festas que tanto critica.. Falar e vir para aqui escrever comentários é fácil, mas gostaria de o ver a presidir uma Camara Municipal para ver o que faria para motivar este povo. Fica a dica…

    • Já te vi

      Toca a avançar com o movimento “Deixem-nos andar”. Já tem o voto do “Toma lá que já almoçaste”

      • Toma que já almoças

        Com essas tuas palavras acredito que também não faltaste as festas 🙂

        • Já te vi

          Festas, só a pagar. Não tenho ido, quem vê uma, vê todas.

  • Pelo valor do braçal

    Procurem a verdade… Sr. Presidente da Junta em vez de vir aqui lamentar-se com o sucedido coloque mãos à obra em prol da sua freguesia…

  • Ardina
    • Cardina

      Pelo que li, a jornalista não disse nada, são meras deduções da “Prata” da casa. Que infelizmente nem entrevistou a Liliana, nem o Lopes. O Sr Presidente paga-lhe, e ela tem que embrulhar estas encomendas.

      • leitor

        Ela era a directora? Apresentou bons resultados financeiros, que dessem ao menos para lhe pagar?
        Não, somou prejuízos sobre prejuízos. Na realidade, devia indemnizar o Lopes, pela situação em que deixou o jornal, completamente falido, lá tinha que o Lopes se chegar à frente, para ela poder criar os filhos.
        O Lopes foi mais do que pai dela, e na notícia de Nogueira, parecia que tinha sido o Lopes a oferecer-se para o cargo. Perguntem ao Sr. Joaquim o que ele lhe queria fazer. Pôr-lhe um processo, só não o fez por respeito ao Lopes.
        Gostava de saber quanto é que isto custou à câmara?

  • olhos bem abertos

    Diretora do Correio da Beira Serra abandona jornal devido a salários em atraso e pressões do proprietário para escrever notícias encomendadas – afinal há noticias encomendadas como a capa de hoje acerca de obras em Alvoco- abre os olhos mula ou melhor o que anda para aí com o nome “já te vi”

    • Está a rebentar

      Noticias encomendadas??? Estes gajos não lidam bem com a critica, como já se viu anteriormente.
      Noticias encomendadas são as vossas, que têm a comunicação social toda comprada!!
      O povo merece saber a vergonha que é este executivo.
      TUDO POR AS PESSOAS?????? É TUDO POR A NOSSA MALTA.

    • Já te vi

      Dá para perceber, que mesmo com os “olhos bem abertos” a carroça vai cega.
      Que noticia é que gostavas ver? Festas não há que “a malta” está de ferias.
      Encomenda uma e envia para a Folha do Centro, aí é que são noticias a metro, e se forem do Sr Presidente são quilometro.

  • Como eles “Andem”

    Então não há noticias encomendadas? Há pois…O CBS não teve sempre a
    mesma linha de orientação? Andou uns tempos morno e, agora, estava a
    ficar frio. Teve que aquecer, como é seu timbre e dever. Então asfaltar o
    caminho a um particular não é notícia? É notícia e é crime. Aliás não é
    este o único. Vão à Eurobacalhau que estão lá mais de cem metros .Foi
    denunciado pelo Mário Alves na reunião de Câmara. Não lêem as actas?
    Mudando de assunto:Tirando os interessados, se o Lopes deve ou não deve
    interessa e ajuda quem? Milhares de empresas fecham todos os meses.
    Deixam o pessoal sem nada, vem nos jornais? O maior grupo
    económico,Banco Espirito Santo acaba de abrir falência.Todos os bancos
    estão abertos com o nosso dinheiro.A directora da Folha e
    família não fecharam uma há uns anos? Não percebo. Qual é a empresa que
    hoje anda bem? Quer-me parecer que isto é a resposta à notificação do tribunal Administrativo por causa da presidência da Assembleia Municipal…Vi andar por aqui uns cochichos…Por outro lado este jornal não sobrevive à nossa custa.É isso que incomoda? Também consta que o último jornalista que saiu e era sócio, deve cerca de cem mil e, consta, nem aceitou as cartas.Também já vi a escritura onde ele ficou responsável pelas dívidas.No passado dia 14 de Junho saiu mais um contrato RENOVÁVEL!!! de 10 meses, a mil euros mês, para o Barreto para fazer a “CARAS” Isso não vos incomoda? Isso é que mexe com o nosso bolsinho…Ontem andava o presidente dois vereadores na Torre com o carro da Câmara na hora de serviço.Isso não vos incomoda? O Lopes vinha no carro dele,ou já se esqueceram? “Olhos bem abertos”, pois.

  • Como eles “Andem”

    Se não é encomenda porque saiu em simultâneo no Folha e na Centro TV? Esses senhores envergonham o jornalismo…

  • Yasser Arafat

    Desenterrem a cabeça da areia, só não vê quem não quer! A Folha do Centro e a CentroTV são cadeias privadas do executivo publico Oliveirense. As notícias saiem calendarizadas e, pelo que parece, só se fazem coisas boas por cá há mais de 4 anos! Apuradas as contas, virando o tabuleiro, estou para ver quem fica bonito na fotografia…e a comunicação social receberá o seu mérito ou falta dele, já que as coisas não devem estar como estes sábios de encomenda profetizam.

  • Asterix

    Mais uma encomenda do AL.
    Oh Sr Director do CBS por acaso sabe onde fica o Parente, a Tapada e o Braçal?
    Veja lá no gps para o guiar pela A1 para Oliveira e não se perca, visto nunca cá estar e fazer o trabalho por encomenda…

    • Assurancetourix Das Beiras

      Asterix, andas pelas Beiras? Vê se arranjas tempo para irmos beber um copo, já não te vejo desde a Gália!

    • Guerra Junqueiro

      De Asterix só tens o tamanho. És pequenino.
      Até sabe onde fica o Chão Sobral, onde se encontra mais demissionário.
      Ele até deu com este caminho da quinta do José Ferreira, e não havia jantarada.

      Cumprimentos
      Guerra Junqueiro

      • Asterix

        Oh Guerra és mesmo nabo, o calmeirão é o meu amigo Obelix.
        Não percebes nada disto. Só sabes dizer mal de tudo e todos depois é no que dá. Não acertas uma.

        • Guerra Junqueiro

          Mostra lá uma, em que não tenha acertado?
          Achas-te então bonita esta situação, onde se beneficia o deputado socialista José Ferreira, saindo prejudicados todos aqueles que utilizam a estrada Parente-Tapada? E os idosos?

          Cumprimentos
          Guerra Junqueiro

  • Guerra Junqueiro

    Não posso deixar de comentar esta noticia, fica claro que a quinta pertence ao deputado José Ferreira, pois não se conhece mais nenhum de Alvôco para além do presidente da junta.
    Fica mal, muito mal tal situação, e quem conhece o José Ferreira fica indignado por o ter considerado amigo. Ele como homem de bem, devia vir a terreiro pedir desculpas públicas por esta infâmia do qual foi o principal beneficiário.
    Não é caso único estes alcatroamentos para as serventias da “malta socialista”, o mesmo foi feito no Ervedal ao Professor Rogério. Para além se serem do clube do Sr Presidente da Câmara, são alcatroamentos até quintas onde se juntam para as conhecidas patuscadas, onde impera para além da boa ceia, o bom vinho e as respectivas bebedeiras.
    Alcatroam estes caminhos para melhor chegarem ás jantaradas sem grande danos nos amortecedores das suas viaturas.
    Pergunto por quanto resistirá o Batista, para ter o tapete pronto até ao pavilhão da Corga.

    Cumprimentos
    Guerra Junqueiro

  • António Lopes

    Eu costumava visitar as obras, com o Sr.Presidente, à noite.Muito de noite… de dia, para aguentar tanta festa e tanto passeio e tanto favor, alguém tem que trabalhar.Apesar de tudo ainda há quem se preocupe com o erário público. Se calhar o novo director também tem estas preocupações.Que o trabalho aparece feito e anda a incomodar, isso é notório..!Garanto-lhe que o director sabe onde fica isso tudo e o resto do Concelho como com o tempo verificará..! Mantenham-se calmos.Encomendas e pagamentos é noutros locais…

  • Parente – Alvoco das Várzeas

    Ao fim de tantos anos alguém se lembra
    finalmente de levantar a poeira sobre este assunto (não a da estrada por
    alcatroar neste caso). A estrada que liga Parente a Tapada não serve
    apenas 18 pessoas, esta é frequentada por vários veículos durante
    o dia, até à bem pouco tempo as carrinhas do Lar de Alvôco das Várzeas,
    desde o padeiro, o peixeiro, pessoas vindas de Chão Sobral e por esta
    altura mais algumas que por cá se encontram de férias. É bem verdade que
    quem aqui mora ou por aqui passa diariamente no seu transporte é um bom
    cliente nas oficinas. Este problema não vem “apenas” do anterior
    mandato, este tem vindo a ser “empurrado” de mandato para mandato sendo a
    promessa feita sempre na altura mais conveniente, e se foi feito um
    orçamento havendo uma verba e esta foi desviada era importante saber por
    quem e com que propósito. Talvez a razão pela qual esta estrada ainda
    seja em terra batida no ano de 2014, seja o facto de Parente e Tapada
    não terem lá a residir nenhum habitante “especial”.

  • Amândio Ribeiro

    Iam os rapazes saciar a fome, beber uns tintos, uns brancos e um espumante fresquinho, sujeitos a apanhar pó de algum carro que por ali passasse….Bota Alcatrão! Afinal, tudo pelas pessoas!! Com vista para o rio Alvôco, finos.

  • Bem Decidido

    Eu acho que alcatroar este caminho foi uma boa decisão. O lugar é muito e bem frequentado.Toda a nossa elite política, mas não só, já ali “abafaram” grandes almoçaradas e jantaradas, com especial incidência o “director de comunicação” companhia inseparável do proprietário , antes de ser o guia, o motorista e o acessor do Sr.Presidente. Muitos carros não subiam o que congestionava a curva da estrada e criava algum perigo. Depois, foi um justo agradecimento, ao proprietário pela grande ajuda que, neste local e com as almoçaradas e jantaradas , deu ao projecto PS. Acresce que, o proprietário foi também, o primeiro a defender abertamente o afastamento do Lopes.Já se percebe porquê…Por tudo isto acho que foi uma boa decisão e um justo reconhecimento…! Tenho dito!!!

    • Menos de 0,50gr/litro

      Naquelas noites frias de inverno, se forem bem bebidos e a estrada estiver com gelo, a avaliar pela foto, vão se estoirar muitos cá em baixo no cruzamento.
      Estou mesmo a ver o director de comunicação, se não o segurarem, mata-se.
      José Ferreira, vais matar o teu amigo director, e o culpado é o Presidente que autorizou a obra.

      • fugem

        Mais lhe digo. A olho nu e com base na fotografia, a inclinação do caminho é maior do que o permitido. logo ilegal.
        Se o “ai que tiro” aí escorrega, só para no rio.