Populares temem descargas ilegais no Rio Cobral em Oliveira do Hospital

Populares temem que estejam a realizar-se descargas ilegais para o rio Cobral no concelho de Oliveira do Hospital. Ontem pela manhã quem se aproximou do leito de água deu conta de uma espuma algo espessa que cobria a água e de “um cheiro forte e insuportável”.

“Não sabemos de onde vem, mas podemos crer que podem ser algumas queijeiras que durante a noite abrem os tanques e descarregam aqui para o rio”, referiu um popular que preferiu o anonimato. A foto que o CBS apresenta foi recolhida ontem a meio da manhã junto à localidade da Adarnela e é reveladora da espuma que cobria o leito do rio. “Mas a essa hora já não era nada. Antes era muito pior e o cheiro era horrível”, conta quem assistiu.

LEIA TAMBÉM

CDS/PP pede ao Governo conclusão do IC6 até Oliveira do Hospital e construção do IC7 e IC37

O grupo parlamentar do CDS-PP recomendou ontem ao Governo a conclusão do Itinerário Complementar 6 …

Mistério do consumo de mais de 1300 litros de água por dia em casa desabitada em Andorinha continua e proprietários ainda não sabem se vão ter ou não de pagar

Câmara Municipal de Oliveira do Hospital facturou menos 40 mil euros de água para não onerar vítimas dos incêndios

A Câmara Municipal de Oliveira do Hospital facturou no último mês de Outubro menos 38.133 …

  • cromo

    Ó Zé! A tua água já tem sabão!

  • malha

    Não se pretende que as empresas sejam inviabilizadas, bem ao contrário, vivam as empresas pois são elas que criam postos de trabalho e não o estado. Esse apenas serve para estragar dinheiro e criar dificuldades.
    Mas as regras deverão ser cumpridas pelo que seria interessante saber quem provocou semelhante desacato. A comunicação à GNR o mais cedo possível teria tido alguma utilidade.