Portugueses “libertos” de impostos a partir desta terça-feira

A população portuguesa está a partir desta terça-feira “liberta” de impostos. Depois de terem trabalhado mais de cinco meses, apenas para pagarem ao Estado as suas obrigações fiscais, os portugueses irão receber, daqui para a frente, o seu verdadeiro rendimento líquido.
O “The tax burden of typical workers in the EU 27” (O fardo fiscal dos trabalhadores médios na Europa a 27), um relatório da organização New Direction – Fundação para a Reforma Europeia revelou no final do mês maio, que o número de dias que os portugueses têm de trabalhar para pagar os seus impostos tem vindo a aumentar nos últimos anos.
De acordo com a edição online “Público”, em 2011, os portugueses tiveram de trabalhar até 29 de maio para cumprir as suas obrigações fiscais, em 2012, até 3 de junho, data em que puderam celebrar o Dia da Libertação dos Impostos, sendo este o dia a partir do qual o rendimento obtido pelos cidadãos já é para o encaixe próprio e não para o Estado.
No contexto europeu, Portugal é, este ano, o 7.º país da União Europeia onde a população tem de trabalhar menos dias, depois de, em 2012, ter ocupado a 9ª posição entre os 27 Estados-membros. Segundo o estudo, da autoria de James Rogers e Cécile Philippe, o Chipre é o país em que, este ano, os cidadãos têm de trabalhar menos dias (14 de março), seguindo-se a Irlanda (24 de abril) e Malta (29 de abril).
Por oposição, os belgas são os europeus que mais dias têm de trabalhar para se “libertarem” dos impostos. Este ano, a Bélgica assinala o Dia da Libertação de Impostos a 8 de agosto, três dias mais tarde do que em 2012.

LEIA TAMBÉM

GNR deteve alegados traficantes de droga nos acessos a uma “Rave” em Oliveira do Hospital

Pastor de 90 anos continua desaparecido em Seia

Um pastor de 90 anos que está desaparecido na pequena localidade de Valezim no concelho de …

Polícia Judiciária deteve mulher que tentava introduzir haxixe na prisão de Coimbra

PJ deteve em Coimbra suspeito de homicídio na forma tentada

A Polícia Judiciária (PJ) identificou e deteve, na segunda-feira, em Coimbra, um homem suspeito da …