Presidente confirma frase polémica na EXPOH, mas diz que se tratou apenas de “um número” que Rui Daniel Fernandes tentou montar

Presidente da Câmara de Oliveira do Hospital diz que SAP não irá fechar e que está a desenvolver esforços para resolver o problema da falta de médicos

A falta de médicos no Centro de Saúde de Oliveira do Hospital está a inquietar o presidente da Câmara Municipal da cidade. Em declarações à rádio Boa Nova, o autarca garantiu que o município está a desenvolver todos os esforços possíveis para resolver o problema. “O que me preocupa é a falta de médicos para assegurar os serviços mínimos”, explicou, ressalvando, porém, que, apesar de todas as dificuldades, as informações de que dispõe lhe garantem que o serviço permanente não irá fechar. O mesmo acontecendo com as extensões de saúde do concelho.

José Carlos Alexandrino sublinhou que está a acompanhar o processo pessoalmente e que se tem desdobrado em esforços. E uma das promessas que lhe foi dada nas reuniões que tem mantido com as várias entidades responsáveis é que está a decorrer um concurso que irá colocar dois médicos em Oliveira do Hospital. “Mas o problema é que estes concursos públicos têm os seus trâmites normais e só estará concluído em Outubro. Por isso, precisamos de encontrar uma solução para este período. Temos necessidade que as empresas que contratualizam médicos o continuem a fazer”, frisou o autarca àquela rádio, explicando depois algumas das medidas que já tomou para atrair clínicos. “A Câmara está a oferecer alojamento, alugando e pagando apartamentos, aos clínicos que desejem prestar serviço em Oliveira. Queremos é conseguir o melhor para os utentes”.

José Carlos Alexandrino aproveitou ainda para elogiar a forma profissional como os médicos que actualmente prestam serviço em Oliveira do Hospital se têm esforçado. “Tenho de lhes prestar homenagem. Têm feito um elevado número de horas para que o serviço não esteja encerrado em nenhum período. Sei que os horários têm sido extremamente violentos. Mas tem sido o esforço destes médicos o suporte deste serviço”, vincou. O autarca, a finalizar, apelou aos clínicos que estejam na disponibilidade de vir para Oliveira do Hospital vão contar com todo o apoio da autarquia.

As declarações surgem num trabalho da rádio que dá conta da situação de caos que se vive em termos de unidade saúde local. Refere que o Centro de Saúde de Oliveira do Hospital tem mais de 23 mil utentes inscritos, dos quais cerca de 20 mil pertencem ao concelho, mas que num global de 18 médicos adictos a este universo de utentes, Oliveira do Hospital possui apenas oito médicos (sendo que um se encontra de baixa). São estes clínicos que têm a tarefa de assegurar as consultas das extensões de saúde, ambulatórios e Serviço de Atendimento Permanente (SAP). Neste último serviço, sublinha o trabalho, há médicos que fazem turnos seguidos de serviço, devido à falta de pessoal.

Foto: www.faroldanossaterra.net

 

LEIA TAMBÉM

Tomada de posse dos órgãos autárquicos marcada pela tragédia dos incêndios e presidente reeleito aposta em “fazer renascer Oliveira do Hospital”

Não foi uma tomada de posse normal dos novos responsáveis pelo munícipio. Os discursos inflamados …

António Lopes apresenta denúncia no MP contra as autoridades do concelho oliveirense por entender que pode existir “crime de homicídio por negligência” na tragédia dos incêndios

O eleito à Assembleia Municipal de Oliveira do Hospital, António Lopes, apresentou ontem uma denúncia …

  • Não me esqueço

    O Alex, que leia o que o Mário Alves dizia na campanha de 2009:

    “Estes senhores não sabem o que andam a fazer e não têm em conta as nossas necessidades”, frisou Mário Alves, referindo em concreto a ameaça de encerramento do SAP entre a meia noite e as oito da manhã, bem como a deslocalização de algumas valências do tribunal de Oliveira do Hospital para a Lousã. Na opinião de Mário Alves o que mais importa “é manter o que temos e, melhorar o que temos de menos bom”.

  • Atento

    Dos quais restam 4 e que tem de assegurar um “SAP” DE ABERTO 24 horas e varias extensões.
    Possível é mas o ser humano tem limites!

  • Assurancetourix Das Beiras

    “A Câmara está a oferecer alojamento, alugando e pagando apartamentos, aos clínicos que desejem prestar serviço em Oliveira. Queremos é conseguir o melhor para os utentes”. Assim está bem. É bom que se protejam as classes privilegiadas. Os outros, que ganham menos, não interessa. Tudo pelas pessoas!

  • JPCRUZ

    O que é vergonhoso é que se continua a enganar os habitantes da cidade de oliveira do Hospital e não só… Porque este executivo camarário não diz as pessoas que está a preparar tudo as escondidas mais a direcção da fundação aurélio Amaro diniz para receber as urgencias e assim sendo fecha-se o centro de saúde e assim as pessoas se quiserem ter aos consultorios dos medicos e pagaram 50 euros ou mais. já se questionaram porque é que ultimamente tem abrido tantos consultorios privados??????????

  • Conturcionista

    Já percebi porque é que o Sr.Presidente foi parar ao Hospital.Eu andava intrigado com essa da musiça da concertina e das intoxicações alimentares, pois, eu sei bem que o Sr.Presidente não bebe e faz muita dieta…Afinal o problema são estes desdobramentos.Com tanto contorcionismo, nestas idades, já se vê, pode dar problemas..Tenha cuidado Sr. Presidente, não se contorça tanto. Especialmente quando estiver em frente aos microfones. O Sr.excita-se, mexe-se muito, dá muitos pontapés na gramática e depois vai parar ao hospital. Cuide-se que a gente precisa muito de si…longe..!

    • Pouco preocupado

      Foi do fígado. Anda sem fígados para isto.

  • Deixem-nos andar

    Isto é uma vergonha!!!

  • Novo Rumo

    E já procuraram saber porque nenhum medico quer vir para o centro de saúde de OH???
    E porque será que os que veem passado pouco tempo vão embora logo que podem?
    Que OH esta aqui no fim da linha já todos sabemos, mas o problema não se poe nos alojamentos nem na distancia, apesar do caus e caminho de cabras com alcatrão que esta transformada a Nacional 17, mas sim em alguns “interesses instalados”!

    • Ó Abreu, dá cá o meu

      Os que cá estão, têm a fortuna garantida.
      Fazem o que querem, e roubam tanto, que nem sabem o que fazer ao dinheiro.
      Recorram a médicos Cubanos e vão ver como tudo melhora.

  • Pritágoras

    Perdoem-me…
    Mas, como cidadão do concelho de Oliveira do Hospital, já antigo, permitam-me que vos recorde duas coisas:
    1ª – De mau gosto, relembrar, aos de boa memória, que, para Oliveira do Hospital, “apenas vinham pessoas por engano”!;-alguns até iam “apanhar o comboio a Gramaços…
    2ª -Esta estratégia de “criar condições para a fixação de quadros superiores da função pública nos concelhos interiores ” remonta, se a memória me não falha – refiro-me ao todo do país – aos tempos de um senhor que, como primeiro ministro, dava pelo nome de Mário Soares.
    Foi o que se viu.
    Continuação de boa saúde.

  • Henry das tretas

    ENTÃO E O TRIBUNAL Sr. Presidente da Câmara????…..
    Será que o TRIBUNAL que encerrou praticamente não merecia uma lutazinha para que nao fosse fechado»??
    Já sei não tinha lá votos para nada!

    ENTÃO E O TRIBUNAL Sr. Presidente da Câmara porque será que nunca falou nisso?? Porque será ????