O presidente da Câmara de Oliveira do Hospital já não consegue “esconder” que vem mantendo negociações com o Instituto Politécnico de Coimbra, com vista à criação de um campus universitário em Lagares da Beira, nas antigas instalações da Acibeira.

Presidente da Câmara já admite construção da ESTGOH em Lagares da Beira

 

O presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital (CMOH), admitiu publicamente, pela primeira vez, que não se opõe à eventualidade da criação de um campus universitário da Escola Superior de Tecnologia e Gestão no antigo centro de negócios da Acibeira, em Lagares da Beira.

"Imagem vazia padrãoTodos os cenários devem ser equacionados. Não podemos é andar aqui com uma discussão bacoca sobre se é aqui ou acolá”, afirmou Mário Alves na Assembleia Municipal, dia 22 de Dezembro, após ter sido interpelado sobre o assunto pelo autarca de Vila Franca da Beira.

João Dinis quis saber se o autarca do PSD confirmava ou não as “várias notícias que adiantam que o presidente da Câmara tem tido alguns contactos, com certas entidades, com o objectivo de virem a instalar a ESTGOH na Acibeira”, mas Mário Alves foi, no entanto, parco em palavras e considerou mesmo que “despendemos muita energia a discutir estas questões”.

Porém, aquele eleito da CDU, que vem defendendo a construção da ESTGOH nos terrenos que a CMOH adquiriu para o efeito na freguesia de Oliveira do Hospital, não gostou da resposta de Mário Alves e prometeu não dar tréguas, ao salientar que, caso a ESTGOH seja instalada em Lagares da Beira, a CDU virá a público “explicar à cidade e ao concelho” a sua oposição.

De acordo com o que o Correio da Beira Serra sabe, o processo das futuras instalações da ESTGOH está a ser conduzido pelo Instituto Politécnico de Coimbra (IPC), que apenas aguarda pela abertura do Programa Operacional para a Região Centro do Quadro de Referência Estratégico Nacional, com vista a candidatar aquele projecto aos fundos comunitários.

O CBS sabe também que o IPC está ainda à espera que a autarquia de Oliveira do Hospital dê um passo em frente nas negociações para reaver os terrenos de Lagares da Beira, que se encontram penhorados à Caixa de Crédito Agrícola Mútuo da Beira Centro (CCAMBC) por um valor de aproximadamente 400 mil euros. Quando a CMOH se disponibilizar para o pagamento daquela verba à CCAMBC, aquela instituição bancária – conforme já referiu a este jornal o seu presidente, Francisco Batista – levantará a penhora.

LEIA TAMBÉM

Festival “Origens” de Travanca de Lagos agendado para o próximo fim-de-semana

Os Jovens da Liga de Travanca de Lagos apresentam, de sexta-feira a domingo, mais uma …

“O presidente diz que Oliveira está na moda. Adarnela só se for na moda da idade da pedra. Não tem água, nem saneamento”

Quem chega a Adarnela, no concelho de Oliveira do Hospital encontra uma localidade dividida entre …