Presidente da Câmara quebra tabu sobre localização da ESTGOH em Lagares da Beira

“Está tomada a minha decisão sobre isso”, anunciou José Carlos Alexandrino, dia 19, naquela que foi a sua primeira assembleia municipal após a tomada de posse. Apesar de ter posto fim ao tabu que pairava sobre este processo – o anterior executivo chegou a apresentar uma candidatura ao QREN com vista à instalação da ESTGOH em Lagares da Beira – o autarca do PS manifestou-se, no entanto, interessado em encontrar uma solução para as instalações que a Acibeira deixou devolutas, e onde o Estado português e a União Europeia, nos anos 90, gastaram cerca de um milhão de contos.

“Todos nós queremos resolver o problema da Acibeira”, referiu Alexandrino, sem deixar de salientar que “já existem algumas ideias e haverá outros projectos” para dar vida ao “monstro” de Lagares da Beira.

Defendendo que as novas instalações da ESTGOH devem ser construídas na periferia da cidade, no terreno adquirido para o efeito pelo executivo de Mário Alves, o presidente da CMOH mostrou-se, entretanto, algo preocupado com o futuro da ESTGOH. “O problema da ESTGOH é o número de alunos. Se não tivermos alunos não há escola”, frisou Alexandrino, que fez questão de sublinhar que o novo curso que arrancou este ano lectivo naquele estabelecimento de ensino superior – o curso de Gestão Integrada em Qualidade, Ambiente e Segurança – “só teve seis alunos”.

Para captar mais alunos para Oliveira do Hospital, o chefe do executivo camarário sustenta que “isso passa também por um trabalho de direcção da escola”, já que – conforme frisou – “no ensino superior há hoje uma competitividade tremenda e disputam-se alunos a peso de ouro”.

Apologista de que neste processo a câmara municipal apenas pode oferecer o terreno e eventualmente o projecto – o resto “é da competência do Governo”, sublinhou o autarca –, Alexandrino informou ainda a Assembleia de que irá reunir-se com o director da ESTGOH – Nuno Fortes está de saída – e o presidente do Instituto Politécnico de Coimbra, com vista a fazer um ponto da situação.

LEIA TAMBÉM

Dois detidos em flagrante em Tábua por cultivo de cannabis

O Núcleo de Investigação Criminal do Destacamento Territorial da Lousã deteve, ontem, dois homens com …

GNR realizou ontem 40 detenções em flagrante delito, sete das quais por roubo

Apenas um elemento do grupo suspeito de vários crimes na zona Centro ficou em prisão

Dos cinco jovens, com idade entre os 22 e os 28 anos detidos pela PJ …