Subida de temperatura e risco elevado de incêndios no interior nos próximos dias

Primavera de 2017 foi a terceira mais quente desde 1931

O Boletim Climatológico sazonal do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), hoje divulgado, refere que a Primavera (são considerados os meses de Março, Abril e Maio) em Portugal continental foi muito quente e muito seca. Foi mesmo a foi a terceira mais quente desde 1931, depois de 1997 e 2011. O documento adianta que no mês de Abril houve um aumento significativo da área em situação de seca, em particular nas regiões do Norte e Centro.

“O valor da temperatura máxima do ar foi o segundo mais alto desde 1931”, sublinha o documento, que realça também que “o valor médio da temperatura mínima do ar foi superior ao normal “.

Já em termos de seca, o IPMA sublinha que “a 30 de Abril cerca de 96 por cento do território estava em seca fraca a moderada”. Em Maio, segundo o IPMA, houve um desagravamento na região noroeste do território e um agravamento na região sul, com cerca de 70 por cento do território em seca moderada. O IPMA, recorde-se, classifica em nove classes o índice meteorológico de seca, que varia entre “chuva extrema” e “seca extrema”.

LEIA TAMBÉM

Incêndios causaram mais de 10 milhões de euros de prejuízos em Seia

Os prejuízos financeiros causados pelos incêndios dos dias 15, 16 e 17 de Outubro no …

idosos

Idoso desaparecido em Trancoso

Os Bombeiros e a GNR estão a procurar um homem de 90 anos que foi …