Primeira semana de verão espera temperaturas até aos 39 graus

A primeira semana depois do arranque do verão deve ver as temperaturas subirem para valores próximos dos 40 graus nalgumas zonas do continente, de acordo com as previsões do Instituto Português do Mar e da Atmosfera.

Se no Algarve o IPMA prevê que a máxima atinja os 28 graus em Faro na segunda-feira – e a água do mar os 19 -, Lisboa deverá verificar um aumento de oito graus face a este domingo para um pico de 36 graus, o que faz com que o aviso amarelo devido ao calor em vigor neste domingo seja prolongado para o começo da semana.

Enquanto em Évora, segunda-feira pode registar 38 graus, é no dia seguinte que se encontram os máximos previstos pelo IPMA para o continente durante esta semana, nos 39 graus.

A norte, o IPMA prevê 29 graus de máxima para o Porto no dia de São João e uma subida de um ponto para terça-feira, enquanto Braga poderá registar os 34 nesse dia e Viseu os 31 graus. Na Beira Baixa, Castelo Branco deverá apresentar temperaturas máximas de 35 graus na terça-feira, com os valores a descerem a partir do dia seguinte, à semelhança do que se prevê que aconteça no resto do país.

No arquipélago da Madeira, a máxima da semana também deverá ser alcançada na terça-feira, com a previsão de que os termómetros atinjam os 27 graus no Funchal.
Já nos Açores, a ilha de São Miguel deverá ter um céu por vezes nublado nos primeiros dias da semana e uma temperatura máxima de 23 graus na terça-feira, abaixo dos 24 previstos para hoje.

O IPMA indicou, também, que, em termos de precipitação, esta semana deverá registar “valores abaixo do normal para todo o território”. O IPMA informou, na sua página na Internet, que todas as regiões de Portugal estão com risco “muito alto” de exposição à radiação ultravioleta, com exceção das ilhas açorianas de São Miguel, Santa Maria, Terceira e Graciosa.

jn.pt

LEIA TAMBÉM

Denuncia do grupo do empresário Fernando Tavares Pereira coloca IMT sob investigação do DIAP

Duas empresas do grupo Tavfer, do empresário Fernando Tavares Pereira, a CIMA – Centro de …

Universidade de Coimbra aposta na folha de mirtilo para tratamento da Esclerosa Múltipla

Um projecto de investigação da Universidade de Coimbra aposta no potencial terapêutico da folha de …