Primeiro ministro garante que “há dinheiro para pagar os subsídios”

O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, afirmou ontem que há dinheiro para os subsídios de férias e de Natal mas que só depois de publicado o Orçamento Rectificativo haverá condições legais para proceder ao pagamento.

“Não há nenhuma novidade com aquilo que está a acontecer com o pagamento dos subsídios [de férias e de Natal]”, afirmou o primeiro-ministro, assegurando que o pagamento do subsídio de férias “já está a ser feito desde Janeiro” [em duodécimos] e que o de Natal “será processado em Novembro”.

O primeiro-ministro garantiu que “há dinheiro e que o problema não é um problema de financiamento” e que o importante agora é que os serviços comecem a preparar os procedimentos necessários para o que subsídio de Natal possa ser processado a partir do momento em que o Orçamento de Estado Rectificativo seja publicado”.

Em resposta às críticas do PS e dos sindicatos que acusam o Governo de uma deliberação ilegal, Passos Coelho refutou a acusação sustentando tratar-se de “uma decisão que já está tomada há muito tempo” e que fazendo pagamento em duodécimos “o Governo irá cumprir aquilo que foram as decisões do Tribunal Constitucional”.

Lusa/Sol

LEIA TAMBÉM

Universidade de Coimbra aposta na folha de mirtilo para tratamento da Esclerosa Múltipla

Um projecto de investigação da Universidade de Coimbra aposta no potencial terapêutico da folha de …

Polícia Judiciária deteve mulher que tentava introduzir haxixe na prisão de Coimbra

PJ deteve 12 pessoas em Coimbra por suspeita de tráfico de droga

A Directoria do Centro da Polícia Judiciária anunciou hoje ter detido, na terça-feira, doze pessoas …