O Núcleo de Desenvolvimento Empresarial do Interior e Beiras (NDEIB) manifestou, no passado sábado, as suas preocupações numa reunião com o Primeiro-ministro participada por mais cinco associações congéneres no Governo Civil de Coimbra.

Primeiro-ministro ouviu preocupações do NDEIB

Imagem vazia padrãoA José Sócrates, o presidente da direcção do NDEIB entregou um documento com o diagnóstico da situação económica nos concelhos da Beira Interior, ao mesmo tempo que – segundo comunicado enviado ao correiodabeiraserra.com – chamou a atenção do executivo para os problemas de acessibilidade à região. Fernando Tavares Pereira alertou ainda para os problemas gerados pelo elevado custo dos combustíveis, insuficiência da formação profissional e dificuldades do Quadro de Referência Estratégico Nacional para as empresas nascentes.

Segundo aquele comunicado, Sócrates comprometeu-se em agilizar uma reunião entre o NDEIB e o Secretário de Estado da Formação Profissional. Quanto às acessibilidades, o Primeiro-ministro deu conta do empenho do governo na melhoria de todas as acessibilidades. Sublinhe-se que no dia anterior, o executivo de Sócrates adjudicara o troço do IC6 entre Tábua e Catraia dos Poços, e no próprio dia lançara o concurso para as concessões do IC3 entre Tomar e Coimbra e do IC8 num investimento de 700 milhões de euros.

Fernando Tavares Pereira saiu satisfeito do encontro, onde o chefe do governo também garantiu que, ainda este ano, será adjudicada a nova via Viseu/Coimbra e lançados os concursos para os projectos dos IC7 e 37, no próximo ano.

LEIA TAMBÉM

IP reforça meios de prevenção e limpeza de gelo e neve nas estradas da Serra da Estrela com novo Silo de Sal-gema na Guarda

A Infra-estruturas de Portugal (IP) instalou na Guarda, um novo silo de sal-gema com capacidade …

Incêndios causaram mais de 10 milhões de euros de prejuízos em Seia

Os prejuízos financeiros causados pelos incêndios dos dias 15, 16 e 17 de Outubro no …