Primeiros prémios do Sorteio de Natal não agradam vereador do PSD

Assegurando “nada ter contra a pessoa que ofereceu os primeiros prémios”, o vereador do PSD na Câmara Municipal de Oliveira do Hospital afirmou hoje, em reunião do executivo, que não lhe parece de “bom tom” que os três primeiros prémios sejam estadias nos hotéis do conhecido empresário Fernando Tavares Pereira.

Alegando que a oferta não é do conhecimento de toda a gente, Paulo Rocha alertou para o facto de se poder concluir que”terá havido algum tipo de favorecimento em termos de compra dos prémios”.

Para além daquele reparo, o social-democrata chamou ainda a atenção para a questão de não existir separação entre os três prémios, mudando apenas a localização dos hotéis. Os três primeiros prémios são, respectivamente, três viagens para três casais no Hotel D. Catarina (Algarve), três viagens para três casais na Albergaria Senhora do Espinheiro (Serra da Estrela) e três viagens para três casais no Hotel Quinta dos Cedros (Celorico – Rota dos Castelos).

Também os cabazes de Natal Gourmet foram alvo da apreciação de Paulo Rocha, por os mesmos corresponderem aos últimos quatro prémios, sem que no entanto haja qualquer referência à empresa onde os mesmos foram adquiridos.

Sem se referir em concreto aos hotéis, nem ao empresário que ofereceu as estadias, o presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital considerou “pertinentes” as questões levantadas pelo vereador da oposição. José Carlos Alexandrino não deixou, contudo, de frisar que a Câmara aceitou a oferta que lhe foi feita e que “às vezes se fazem leituras políticas e apressadas”.

Em tempo de contenção, o vice-presidente da autarquia valorizou o papel desempenhado pelo grupo FTP, valorizando a questão de a comparticipação do município nesta matéria ser “nula”. Relativamente aos Cabazes Gourmet, José Francisco Rolo assegurou terem sido contactadas duas empresas, mas apenas uma terá respondido em tempo útil.

Para o vereador do PSD, Mário Alves, “estas questões devem ser levantadas”, porque – como destacou – “em política o que parece é”.

LEIA TAMBÉM

Ano de 2017 foi o melhor de sempre para o turismo no Centro de Portugal

O ano de 2017 foi o melhor de sempre para a atividade turística no Centro …

PSA anuncia produção de carros de lazer na fábrica de Mangualde

Depois de ameaçar encerrar a produção em Portugal, o grupo francês PSA aumenta a pressão …