Prioridades de informação. Autor: Nuno Pereira

Fico triste com tanta hipocrisia.

Então não é que a câmara desconhecia a colocação de placas no concelho?

– Se bem que não me engano foi á cerca de meio ano (6 meses), que o município de Oliveira do Hospital “desancou” a mandar cartas para toda a gente (particulares, comerciantes, empresas, associações, etc), a pedir o valor das licenças de acordo com o novo regulamento municipal ou a retirada das mesmas publicidades.

– O concelho foi “saqueado” e foram retirados todos os placards publicitários que estavam em transgressão ou não cumpriam o regulamento.

Acontece agora que apareceram como cogumelos placards e publicidades em todo o concelho. Não é que ninguém reparou em dois meses….

Só depois de o Pingo Doce ter feito algo parecido com o Continente é que repararam…

Resposta: Todos podem colocar publicidade, desde que legalizada e paga.

Espero que não deixem de cobrar essas verbas, pois todos sabem quem são os clientes. Não se pode dizer que não se sabia. Até porque no município foram dadas ordens claras para colocarem o que quisessem. Agora é só passar a fatura, não vão esquecer-se. Não que existam favores ou privilegiados, mas para sermos coerentes com os comerciantes, empresas e particulares locais, que ficaram sem os placards e respetivas estruturas, que se não me engano estão no estaleiro municipal, como é de lei.

– Não se esqueçam de ler a lei nacional, que impede de colocar qualquer tipo de estrutura á frente de uma janela de um qualquer privado, como no caso da rotunda da Iral, onde colocaram um placard a tapar uma janela. Mesmo estando o edifício encerrado, não se pode autorizar este tipo de “selva” publicitária.

Agora que se retirou a venda dos olhos é favor fazer as alterações necessárias á lei …………….. e por fazer colocar placas informativas, como por exemplo das piscinas, dos museus, do tribunal, das finanças, de Coimbra, de Viseu, etc.

Embora já existam algumas, Oliveira do Hospital não pode ser um “labirinto”.

ESTGOH

Temos ai os pais dos candidatos á Estgoh e mal chegam a Oliveira do Hospital e têm de procurar onde é o Politécnico?????

Pelo menos que se coloquem mapas da cidade e do concelho a passar nos MUPIS. Tipo com uma bolinha a dizer “você está aqui” e o restante mapa. Já que o dinheiro foi gasto ao menos que seja útil para algo em vez de fazer publicidade á Microsoft, digo eu…..

Aproveitando esta pequena, mas enorme publicidade de um ecrã, peço que anunciem nesses locais que por ai estão, as licenciaturas e as condições para enchermos o Politécnico de alunos.

É urgente para a Cidade a continuação de uma estrutura como esta, mesmo com tanta desertificação e até emigração jovem recente.

Todos devemos criar sinergias para captar alunos, e talvez fazer uma manifestação, visto que a ultima promovida pelo Município correu muito bem………., pois o concurso prometido pelo governo já saiu e os médicos do concurso já realizado foram colocados (pena é que toda a gente já sabia disso ANTES da manifestação, menos o executivo).

Verdade ou não é a de que precisamos de juventude e assumir que o concelho não capta jovens, tal com todo o interior de Portugal.

De que vale dizer que não temos emigrantes, se depois eles cá estão em Agosto a ajudar a economia local e a trazer alegria às suas terras e ao seu povo. Temos de assumir e criar condições aos que cá teimam em manter-se, e aos que estão longe, mas á espera de uma oportunidade para voltar.

Quais são as prioridades?

CRIAR OPORTUNIDADES EM VEZ DE CRIAR DIFICULDADES

Nuno Pereira 2Autor: Nuno Pereira

LEIA TAMBÉM

Marcelo Rebelo de Sousa visita Zona Industrial de Oliveira do Hospital devastada pelos incêndios

O Presidente da República já está em Oliveira do Hospital e visitou a zona industrial que …

Presidente da República a caminho de Oliveira do Hospital e António Costa reunido com presidentes de Câmara naquela cidade

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, está a caminho de Oliveira do Hospital …