Prisão preventiva para autor de três fogos no concelho de Arganil

 

Prisão preventiva foi a pena aplicada pelo Tribunal ao homem de 55 anos que, anteontem foi identificado e detido em Arganil.

De acordo com informação avançada há instantes por fonte da diretoria do Centro da Polícia Judiciária, o homem tem residência em Arganil e foi detido por suspeita de ter ateado três fogos florestais naquele concelho que, colocaram em grave risco a mancha florestal e a casas de habitação, que só não atingiram maiores proporções graças à rápida intervenção dos bombeiros.

Segundo afirmou a mesma fonte ao correiodabeiraserra.com, o homem foi detido pela suspeita da prática de três crimes de incêndio florestal em Arganil, não estando comprovada qualquer relação com os incêndios ocorridos no mês passado no concelho de Oliveira do Hospital.

Ligado ao ramo da construção civil, o homem encontrava-se em situação de desemprego, não tendo a registar qualquer antecedente criminal.

LEIA TAMBÉM

Ministro Pedro Marques garantiu em Nelas que a aposta em infra-estruturas de transporte passa pela ferrovia e IP3, ignorando IC6 e IC12

O ministro do Planeamento e Infraestruturas, Pedro Marques, assegurou ontem em Canas de Senhorim, Nelas, …

José Carlos Alexandrino lança suspeitas sobre queijeiras de Seia nas descargas ilegais no rio Cobral

Como regresso da chuva, os habitantes que vivem próximo do rio Cobral temem que voltem …