Projeto de criação de “Camping Car” no parque do Sr. das Almas envolto em polémica na Assembleia Municipal

Objeto de polémica na última Assembleia Municipal, o Camping Car do Senhor das Almas prepara-se para ser uma realidade em Oliveira do Hospital. A declaração de reconhecido interesse do projeto para a população e economia local foi ratificada por maioria, com a abstenção da bancada social democrata.

Reunida em sessão extraordinária, a Assembleia Municipal de Oliveira do Hospital manifestou-se concordante com o projeto que prevê a criação do “Camping Car Serra da Estrela – Oeste”, no Parque Merendeiro do Senhor das Almas, localizado na freguesia de Nogueira do Cravo.

Em causa está um projeto já candidatado ao PRODER que representa um investimento de 30 mil Euros, financiado por aquele programa em cerca de 18 mil Euros e que, para além de contemplar a adaptação do espaço já utilizado por caravanistas àquela prática turística, contempla também a reabilitação do coreto do Divino Senhor das Almas.

Isto mesmo foi explicado pelo vice-presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital que na primeira reunião da Assembleia Municipal não gostou de ouvir as considerações que o social democrata Luís Correia teceu a propósito do projeto de criação do Camping Car no Parque do Senhor das Almas. “Não vejo nenhumas contrapartidas para Oliveira do Hospital”, chegou a afirmar o deputado da bancada social democrata que, enquanto autocaravanista, não deixa de louvar a criação de um espaço daquela natureza no concelho, mas enquanto deputado se opõe àquela localização .

Conhecedor daquilo que são os propósitos dos autocaravanistas, Luís Correia entende que criação do espaço naquele parque será do agrado daqueles por ficar localizado na rota de acesso à Serra da Estrela, porém não servirá os objetivos de atrair mais turistas ao concelho. “Eles não vão descer à cidade”, avisou o social democrata que defendeu antes a criação de um Camping Car nas freguesias com capacidade para quatro ou seis caravanas. “Não me parecia que fossem custos por aí além”, comentou Luís Correia, dando o exemplo do que acontece em França onde “todas as aldeias têm o seu espaço de autocaravanismo”.

Apesar de considerar o projeto “execlente” numa altura em que Oliveira do Hospital “acaba de perder a última instalação hoteleira e em que os projetos do Vale do Alva estão na gaveta”, Luís Correia mostrava assim um cartão vermelho à proposta do executivo municipal que com “alguma ingenuidade” estudou o projeto com a associação de caravanistas que, em primeira instância, defende a criação de espaços daquela natureza na rota dos autocaravanistas. A merecer a crítica do deputado esteve também a indicação dada pelo executivo municipal de que com a criação daquele espaço no Parque do Sr. das Almas é possível “ultrapassar uma questão pendente relativa à aquisição de uma parcela de terreno inserida naquele espaço”. “Este é o objetivo. Para projetos destes não contem com o meu apoio”, afirmou.

“Prefiro a minha ingenuidade a tamanha habilidade”

Uma intervenção que não caiu bem ao vice-presidente da Câmara Municipal que disse não esperar “tanta celeuma” em torno de um “simples espaço”. “Fiquei espantado”, continuou José Francisco Rolo, lamentando que Luís Correia tenha interpretado aquele projeto como um “hipotético projeto de especulação imobiliária”. “Prefiro a minha ingenuidade a tamanha habilidade”, reagiu ainda o número dois do executivo municipal, explicando que a questão em torno da referida parcela de terreno a nada mais se refere do que a uma negociação que foi encetada com o proprietário da dita parcela, mas que aquele rejeitou. “Assunto arrumado”, registou, José Francisco Rolo que atendendo à posição que foi manifestada por Luís Correia percebeu que o deputado é contra “receber turistas, a criação de condições para receção de turistas, procura de fundos e requalificação do Parque do Sr. das almas e do coreto”. Para Rolo “é polémica a mais para um projeto tão pequeno de 30 mil Euros”.

“Acho que o projeto deveria ser mais ambicioso”, rematou Luís Correia, negando ter usado o termo “especulação” e desafiando até a Assembleia a ouvir as gravações para atestar tal facto.

Diante daquela que foi a primeira intervenção de um deputado da oposição no presente mandato, o presidente da Câmara não deixou de se revelar desiludido. “Pensei que o PSD seria renovado”, comentou José Carlos Alexandrino que, apesar de concordar com a ideia de fazer proliferar espaços de camping car por outros locais do concelho, disse esperar ouvir da oposição que “pela primeira vez se vai fazer um camping car” em Oliveira do Hospital. “O professor Luís Correia demonstrou que não está a par do projeto”, continuou o autarca oliveirense, revelando-se satisfeito por o projeto ter todas as condições para ser aprovado e possibilitar um financiamento na ordem dos 18 mil Euros, ficando o município com um encargo de apenas 12 mil Euros.

Colocada a votação, a proposta de ratificação da declaração de reconhecido interesse para as populações e para a economia local do projeto foi aprovada por maioria com as cinco abstenções da bancada social democrata. Em sede de executivo, aquele declaração obteve o voto contra da vereadora do PSD, Cristina Oliveira.

LEIA TAMBÉM

IP reforça meios de prevenção e limpeza de gelo e neve nas estradas da Serra da Estrela com novo Silo de Sal-gema na Guarda

A Infra-estruturas de Portugal (IP) instalou na Guarda, um novo silo de sal-gema com capacidade …

Incêndios causaram mais de 10 milhões de euros de prejuízos em Seia

Os prejuízos financeiros causados pelos incêndios dos dias 15, 16 e 17 de Outubro no …

  • Pereira

    Eu penso que este senhor que diz que é autocaravanista não sabe na realidade o que é um autocaravanista. Quando vir uma obra destas aqui no concelho vizinho junto á nacional 17 é que vê o mal por não ser feito no parque de merendas do S. das Almas o sitio ideal para os autocaravanistas. Este Senhor que não diga para ninguém que é autocaravanista.

  • Hernani Moreira

    Realmente, quando se pretende fomentar o turismo no interior do pais, votar contra uma oportunidade desta é no mínimo desajustado e não ter visão futurista. É deste tipo de lugares que nós costumamos procurar para estacionar e ao mesmo tempo visitar as localidades como já acontece em muitos pontos do país.
    Hernâni
    Valongo

  • Katarina

    Há 4 ou mais parques de campismo em o concelho do Oliveira do Hospital, eles têm sempre lugares para autocaravanas. O parque de campismo da Ponte das Três Entradas está aberto todo o ano. Era melhor investir dinheiro em outras coisas para melhoriar a situação para as turistas (p.e. um poste de turismo ao longo do N17)