Domingo, Março 26, 2017
Início - Sociedade - Protecção Civil reforça alerta para efeitos nefastos da continuação do calor nas próximas 48 horas
Protecção Civil reforça alerta para efeitos nefastos da continuação do calor nas próximas 48 horas

Protecção Civil reforça alerta para efeitos nefastos da continuação do calor nas próximas 48 horas

A Protecção Civil alertou hoje para a continuação do tempo quente e seco, condições agravadas pela intensificação do vento, que “dificultam a supressão dos incêndios e facilitam a sua propagação” e podem ter efeitos na saúde pública. “De acordo com a informação actualizada e disponibilizada pelo IPMA [Instituto Português do Mar e da Atmosfera], salienta-se, para as próximas 48 horas, a persistência das condições associadas a tempo quente e seco, agravadas pela intensificação do vento”, refere a protecção civil.

A Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) afirma que as condições meteorológicas e de qualidade do ar, associadas à ocorrência de incêndios florestais, “podem ter efeitos significativos na saúde pública, particularmente nos grupos mais vulneráveis da população”, frisa a ANPC apelando ainda à população para beber água, manter a casa arejada e evitar a exposição ao sol, nas horas de mais calor, recomendando atenção especial aos recém-nascidos, crianças, pessoas idosas e pessoas doentes, que podem não sentir, ou não manifestar sede, mas devem hidratar-se.

Salientando que “estas condições meteorológicas dificultam a supressão dos incêndios e facilitam a sua propagação”, a ANPC pede ainda cuidados redobrados e comportamentos de precaução para evitar os incêndios florestais. Recorda, por isso, que, nesta altura do ano, não é permitido nos espaços rurais realizar queimadas ou fogueiras para recreio ou lazer, utilizar equipamentos de queima e de combustão destinados à iluminação ou à confecção de alimentos, lançar balões com mecha acesa ou qualquer outro tipo de foguetes, fumar ou fazer lume nos espaços florestais e vias que os circundem.